Após suspeitas de irregularidades, vacinas da Astrazeneca podem ter 3ª dose

Pontos-chave
  • Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 26 mil doses da vacina AstraZeneca foram aplicadas após o vencimento em 1.532 municípios brasileiros;
  • Diante disso, os brasileiros que receberam a dose vencida terão que tomar uma 3ª dose do imunizante;
  • A aplicação da 3ª dose da vacina Astrazeneca faz com que a resposta imune de anticorpos e de células T aumentem;

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 26 mil doses da vacina AstraZeneca foram aplicadas após o vencimento em 1.532 municípios brasileiros. Diante disso, os brasileiros que receberam a dose vencida terão que tomar uma 3ª dose do imunizante.

Após suspeitas de irregularidades, vacinas da Astrazeneca pode ter 3ª dose
Após suspeitas de irregularidades, vacinas da Astrazeneca podem ter 3ª dose (Imagem: Reprodução/CNN Brasil)

A vacina AstraZeneca é produzida pela Fiocruz em parceria com o laboratório britânico Oxford e possui uma eficácia de 64,2% contra a Covid-19. Para esse resultado foi necessária à aplicação de duas doses do imunizante.

Segundo o Comitê da OMS, a vacina deve ser usada em adultos acima de 18 anos e deve ter a segunda dose aplicada após oito a 12 semanas do recebimento da primeira etapa. Porém, nos últimos dias o que foi mais comentado dobre o imunizante foi a aplicação de lotes vencidos.

Foram oito lotes da vacina da AstraZeneca fora da validade que foram usados para imunizar os brasileiros. Abaixo é possível conferir o número do lote e o prazo de validade. Diante disso, basta verificar no cartão de imunização se você recebeu a vacina vencida:

Número do lote Vencimento
4120Z001

 

29 de março

 

4120Z004 13 de abril
4120Z005 14 de abril
CTMAV501 30 de abril
CTMAV505 31 de maio
CTMAV506 31 de maio
CTMAV520 31 de maio
4120Z025 04 de junho

A informação de vacinas vencidas foi divulgada pelo Ministério da Saúde, após o cruzamento de dados do DataSUS e do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19. Esses oito lotes correspondem a 3,9 milhões de vacinas.

Porém, desse quantitativo, 3,76 milhões foram aplicadas dentro do prazo de validade. Diante disso, 139.911 doses foram aplicadas indevidamente e 113.976 ainda não tinham sido aplicadas.

Quem recebeu a vacina fora do prazo deve procurar o posto de saúde com sua carteira de vacinação para registro do erro vacinal. Essas pessoas terão o direito de receber uma nova dose, dentro da validade.

Maior eficácia com a 3ª dose da vacina Astrazeneca

Um estudo desenvolvido pela Universidade de Oxford mostrou que a aplicação da 3ª dose da vacina Astrazeneca faz com que a resposta imune de anticorpos e de células T aumentem. Porém, os pesquisadores acrescentaram que não há evidência de que o reforço é necessário.

Após suspeitas de irregularidades, vacinas da Astrazeneca pode ter 3ª dose
Após suspeitas de irregularidades, vacinas da Astrazeneca pode ter 3ª dose (Imagem: Sesau/RR)

A pesquisa também mostrou que a aplicação da 2ª dose da vacina Astrazeneca pode acontecer em até 45 semanas após a aplicação da primeira. Durante esse período, afirmam os estudiosos, a imunização é aprimorada.

O estudo foi divulgado em março e contou com a participação de 30 pessoas que receberam uma segunda dose tardia e 90 que receberam uma terceira dose. Todos os participantes tinham menos de 55 anos de idade.

O intuito foi verificar se as vacinas contra Covid-19 baseadas em vetores virais perdem sua eficácia ao longo do tempo. Com os dados, foi possível verificar que o corpo produz resposta imune contra os vetores que carregam as informações genéticas da vacina, mesmo após já terrem recebido outra dose.

Com isso, a aplicação da vacina da Astrazeneca em modelo de reforço mostrou-se eficaz e capaz de combater as variantes. É importante lembrar que o SARS-CoV-2 rapidamente sofre mutações que o deixam ainda mais contagioso.

Por esse motivo, as pessoas que receberam as duas doses da vacina podem vim a receber uma 3ª, como forma de reforço. Além disso, especialistas acreditam que as vacinas devem ser atualizadas para não perderem sua eficácia.

Atualmente, o mundo tem três variantes, sendo que n o ano passado só havia a que surgiu em Wuhan, na China. Sendo assim, o virologista Julian Tang, professor da Universidade de Leicester (Reino Unido), declarou a BBC Brasil que “é possível que a vacina tenha que ser atualizada todo ano para acompanhar esse ritmo.”

Diante desses dados, o Reuno Unido afirmou que planeja aplicar a dose de reforço no Hemisfério Norte a partir do outono. Porém, Andrew Pollard, diretor do Grupo de Vacinas de Oxford, afirma que uma dose de reforço não é necessária.

Segundo ele, a vacina da Astrazeneca tem apresentando bons resultados contra as variantes existentes por um período sustentável. Dessa maneira, aplicar uma terceira dose, enquanto há países que não aplicaram nenhuma é um desperdício.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.