Maranhão cria premiação de R$ 10 mil para quem tomar 2ª dose da vacina

População maranhense pode ser premiada caso se imunize contra o novo coronavírus. Na última semana, o governador do estado, Flávio Dino, informou que estará liberando um prêmio de R$ 10 mil para quem tomar a vacina da covid-19. De acordo com ele, a ação já vem sendo validada em decreto.

Maranhão cria premiação de R$ 10 mil para quem tomar 2ª dose da vacina (Imagem: Fábio Rodrigues Pozzembom/Agência Brasil)
Maranhão cria premiação de R$ 10 mil para quem tomar 2ª dose da vacina (Imagem: Fábio Rodrigues Pozzembom/Agência Brasil)

Há cerca de um ano e meio enfrentando a pandemia, o Brasil contabiliza mais de 500 mil mortes. Mesmo com a campanha de vacinação em andamento, há ainda parte significativa da população que se recusa ser imune.

No Maranhão, o governador criou uma promoção que deve sortear R$ 10 mil como incentivo.

Premiação no Maranhão

Sob a afirmativa de que é preciso garantir a imunização do estado, Flávio Dino confirmou que estará concedendo um prêmio para quem tomar a segunda dose da vacina. Ele explicou que foi preciso aderir a ação, tendo em vista a baixa adesão do imunizante neste momento.

De acordo com os dados da secretaria de saúde estadual, apenas 7,96% das pessoas aceitaram receber a vacina, gerando assim um atraso no cronograma de aplicações. Diante da situação, Dino afirmou que estará liberando prêmios de até R$ 10 mil para quem for medicado.

Ele afirmou que após a aplicação da vacina, o cidadão deverá se cadastrar no Sistema do Ministério da Saúde, ficando assim sujeito a triagem para ser um dos premiados. A previsão é de que o primeiro sorteio ocorra na próxima semana.

“Eu estou editando um decreto criando uma espécie de premiação para a segunda dose, uma espécie de lembrete, uma animação. E ao mesmo tempo, você socialmente fazer uma corrente positiva a favor da vacina, tendo vista estas mensagens contraditórias, que o presidente da República sobretudo reitera, veja que até hoje ele não se vacinou. E tudo isso parece ser necessário“, explicou.

Questionado sobre os gastos no orçamento público, o governador afirmou defender sua proposta, garantindo a segurança de seu eleitorado.

“Eu considero que isso é necessário. Há quem pense que a consciência cidadã deveria prevalecer, eu também, mas no contexto que a mensagem contraditória, de mentiras [sobre a vacina], essas ações acabam sendo imprescindíveis para o combate do coronavírus”, disse.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.