Privatização da Eletrobras avança; como isso afeta você?

Na última segunda-feira (21) a Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória de privatização da Eletrobras, uma holding gigante do setor elétrico brasileiro. O texto seguiu para sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Privatização da Eletrobras avança; como isso afeta você?
Privatização da Eletrobras avança; como isso afeta você? (Foto: Reprodução /Exame)

Essa aprovação é uma vitória da agenda liberal do ministro da Economia, Paulo Guedes. Apesar disso, os parlamentares da oposição afirmaram que vão recorrer ao Judiciário para tentar barrar a venda de ações da empresa.

Quais os pontos da proposta?

A privatização se dará pela venda de novas ações ordinárias da Eletrobras na Bolsa de Valores (B3), que não poderão ser compradas pela União nem pelos bancos públicos. Assim, a participação do governo diminuirá e não serão mais os controladores da empresa.

Construção de usinas térmicas e gasodutos

Isso obriga o governo a fazer um leilão para contratar a construção de usinas térmicas a gás natural. Esse ponto é uma demanda de governadores e parlamentares que querem levar investimentos às suas regiões.

Essas usinas devem ser instaladas no Nordeste, em um estado onde ainda não exista uma usina, no Norte, Centro-Oeste e Sudeste, com contratos de fornecimento de 15 anos.

Além disso, o Senado incluiu no texto a possibilidade de que sejam construídas térmicas no norte de Minas Gerais, reduto eleitoral do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Eletronuclear e Itaipu

Essa medida provisória garante ao governo manter o controle da Eletronuclear, responsável pelas usinas nucleares Angra 1, 2 e 3, e a participação da Eletrobras na usina hidrelétrica de Itaipu.

Sem rotatividade

Os empregados da Eletrobras poderão ser realocados a outras estatais. A ideia é que esses funcionários sejam aproveitados em cargos de mesma complexidade e salários similares. A realocação poderá ser feita até 12 meses após a operação de capitalização.

Assim como o parecer autoriza que os trabalhadores demitidos até um ano depois da privatização tenham o direito de converter o valor da rescisão em ações da nova empresa que será criada.

Como a privatização da Eletrobras te afeta?

Com a privatização da empresa a energia, que já não está barata, pode ficar ainda mais cara.

Já que serão construídas outras formas de fornecimento e tudo isso é abatido no valor pago pelos consumidores.

Por outro lado, a equipe econômica do governo insiste em dizer que a ação vai baratear em pelo menos 7% a conta de luz. O que é questionável pelos especialistas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.