Governo do Paraná cria programa para oferecer moradia popular no estado

No Paraná, população em vulnerabilidade terá acesso ao sonho da casa própria. Nessa quarta-feira (23), o governo do estado fechou nova parceria com a Caixa Econômica Federal, consolidando um novo programa de moradia popular. A previsão é de que cerca de 30 mil famílias sejam beneficiadas.

Governo do Paraná cria programa para oferecer moradia popular no estado (Imagem: MFP Construtora)
Governo do Paraná cria programa para oferecer moradia popular no estado (Imagem: MFP Construtora)

Ainda lidando com os efeitos econômicos do novo coronavírus, o governo do Paraná acaba de otimizar o funcionamento de seu programa de moradia popular.

Em parceria com a Caixa, a gestão estará investindo R$ 450 milhões na construção dos imóveis destinados para a população menos favorecida.

Detalhes do projeto

Segundo o texto da pasta, a parceria entre o poder público e a Caixa permitirá a concessão de R$ 15 mil por família que deverá utilizar os recursos para subsidiar os custos de entrada dos financiamentos.

A ação vem sendo feita em integração com o projeto Casa Verde e Amarela, gerenciado pelo governo federal.

O convênio foi assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, nesta semana. Sua execução será destinada especificamente para as famílias que tenham renda máxima de até três salários mínimos, suprindo assim parte do déficit habitacional estadual.

Com o aporte público, o Casa Fácil se torna o maior projeto habitacional estadual já desenvolvido do Brasil. A expectativa é de que sua execução resulte na consolidação de cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos na indústria da construção civil.

“O diferencial agora é que o Governo do Estado dará a entrada no imóvel para quem recebe até três salários mínimos, facilitando o acesso à casa própria às pessoas que não conseguem guardar esse dinheiro para dar entrada ao financiamento”, explicou o governador.

“Estamos falando de 30 mil casas espalhadas em praticamente todas as cidades do Estado, o que vai movimentar muito o setor da construção civil. Além de resolver um problema social, realizando o sonho da casa própria, também vai movimentar a economia e gerar 100 mil empregos”, concluiu.

Processo de solicitação

Para dar entrada na solicitação de financiamento, o cidadão deverá entrar em contato com as unidades da Caixa Econômica de sua região, assim que os habitacionais passarem a ser levantados. Todas as regras de entrada serão divulgadas ao longo dos próximos dias.

Para acompanhar a concessão dos programas habitacionais em todo o país, acompanhe nossa página exclusiva do Casa Verde e Amarela.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.