Porque o botijão do gás de cozinha pode custar acima dos R$100 em 2021?

O preço do gás de cozinha aumentou em seis meses 9% em Belo Horizonte. Com isso, as revendedoras estão passando para os clientes o botijão de 13 kg acima de R$ 100. Esse aumento contribui para dificultar a sobrevivência do provo brasileiro que está sofrendo com a pandemia, falta de emprego e a inflação.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Porque o botijão do gás de cozinha pode custar acima dos R$100 em 2021?
Porque o botijão do gás de cozinha pode custar acima dos R$100 em 2021? (Imagem: Pedro Ventura/Agência Brasília)

O gás de cozinha é um dos itens indispensáveis para as famílias. Mesmo assim, está sendo alvo de aumentos constantes. Em um prazo de 6 meses o preço já subiu 9%. Esse reajuste é reflexo do aumento nas tarifas do combustível nas refinarias.

Na última semana a Petrobras anunciou um novo reajuste de 5,9%. Esse é o primeiro aumento após a mudança da presidência da petroleira. Porém, antes mesmo de repassar o novo valor aos revendedores o Centro-Oeste já registrava a venda do botijão de gás de cozinha por R$ 125.

publicidade

Durante os dias 6 a 12 de junho, o produto já tinha passado para um reajuste subindo de R$ 85,27 para R$ 85,63. Esses dados foram apresentados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Porém, no Centro-Oeste o preço do gás de cozinha é muito maior, chegando a R$ 125. A região Sudeste é a que apresenta o preço mais baixo na venda do produto (R$ 64). A diferença entre as duas regiões chega a quase ser o dobro, apresentando uma média de R$ 94,50.

O novo preço do gás de cozinha começou a valer na última segunda-feira (14). Segundo a Petrobrás, o reajuste de 5,9% equivale a R$ 0,19, fazendo com que o preço por quilo passe a ser de R$ 3,40. Dessa maneira, o botijão de gás de 13 kg está sendo vendido na refinaria por R$ 44,20.

Esse valor é acrescido da taxa de distribuição e revenda (35,6%), impostos estaduais (ICMS), de cerca de 14%, e os impostos federais (PIS/Cofins) que não chegam a 1%. Por esse motivo, o valor repassado ao consumidor chega a mais de R$ 100.

O site Mercado Mineiro realizou uma pesquisa sobre o valor do gás de cozinha nos estabelecimentos da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A pesquisa mostrou que com o novo reajuste o preço do botijão de 13kg passou de R$ 85,91 para R$ 92,38 no último semestre.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.