Governo de PE e AM criam auxílio emergencial para mais afetados pela COVID-19

Pontos-chave
  • Estados criam novos auxílios para trabalhadores afetados pela pandemia;
  • Com o São João cancelado, Pernambuco beneficia artistas;
  • No Amazonas, profissionais de educação física ganham transferência de renda.

Governos estaduais passam a criar novo auxílio para auxiliar a população. Diante da permanência do novo coronavírus, mesmo com a concessão do coronavoucher, prefeituras e estados passaram a elaborar novos programas de transferência de renda. Em Pernambuco e no Amazonas dois grupos serão beneficiados.

Governo de PE e AM criam auxílio emergencial para mais afetados pela COVID-19 (Imagem: FDR)
Governo de PE e AM criam auxílio emergencial para mais afetados pela COVID-19 (Imagem: FDR)

Enquanto o país vive uma das maiores crises sanitárias de sua história, os governadores e prefeitos atuam para conceder renda mínima para a população. Aqueles que perderam seus empregos e ficaram de fora do auxílio emergencial, estão sendo beneficiados através de outros projetos não vinculados ao governo federal.

Auxílio devido a suspensão do São João

Em Pernambuco, com os números de contaminação pelo novo coronavírus em alta, o governo do estado decretou a suspensão do São João. Considerada a principal festividade no interior do estado, é responsável por promover emprego e gerar renda para milhares de pessoas.

Diante do atual cenário, para que esse grupo não ficasse descoberto, o governador, Paulo Câmara, passará a conceder um auxílio para os trabalhadores desse segmento. O benefício varia entre R$ 3 mil e R$ 15 mil, a depender o negócio realizado.

“Mais uma vez, foi pactuada a necessidade de fazermos um incentivo para abranger mais de 400 artistas e grupos culturais pernambucanos, […] Envolve as quadrilhas, cirandas, coco, xaxado, bois, bacamarteiros, trios de forró, bandas de forró… Todos os artistas que participam do ciclo junino“, afirmou o governador.

Os informes da gestão estadual garantiram que cerca de cinco mil pessoas serão contempladas, sendo parte significava delas moradoras de Caruaru. A proposta foi encaminhada para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), com previsão de legitimação ainda nos próximos dias.

“A gente quer concluir todas essas etapas, seja de aprovação do processo de lei na Assembleia Legislativa, de publicação dos editas, seja de análise desses editais e seja de pagamento, em no máximo um período de 60 dias“, disse o governador.

A previsão é de que com a concessão do auxílio junino o governo invista aproximadamente R$ 3,2 milhões.

“Estamos prevendo um valor máximo de R$ 15 mil para cada agremiação ou artistas do ciclo junino”, declarou o secretário de cultura do estado, Gilberto Freyre Neto.

Ainda não foram divulgadas as regras para recebimento, mas os gestores anteciparam que o cálculo para definir o valor deve corresponder a 60% do último cachê recebido pelo artista ou grupo cultural, por meio de contratação realizada pela Fundarpe ou Empetur nos ciclos juninos.

Governo de PE e AM criam auxílio emergencial para mais afetados pela COVID-19 (Imagem: FDR)
Governo de PE e AM criam auxílio emergencial para mais afetados pela COVID-19 (Imagem: FDR)

Auxílio para profissionais de educação física em Manaus

Já mais no Norte do país, os profissionais de educação física deverão ser beneficiados. Segundo informes do governo estadual, será concedido um auxílio esporte no valor de R$ 600 para cada instrutor.

O valor, no entanto, deve ser dividido em três parcelas de R$ 200, concedidas ao longo dos próximos meses. Para poder ser um contemplado é preciso:

  • residir no Amazonas
  • não tem trabalho formal ativo, mas estão registrados no Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (CREF8/AM-AC-RO-RR).
  • não pode ter sido contemplado por outro auxílio emergencial nem receber benefício previdenciário, seguro desemprego ou ser beneficiário de outro programa de distribuição de renda, com exceção do Bolsa Família
  • ter renda mensal per capita de até ½ salário-mínimo ou renda familiar mensal total de até 3 salários-mínimos

Os inscritos terão que comprovar os critérios acima através da apresentação da documentação profissional e pessoal, como uma espécie de autodeclaração a ser entregue para a gestão pública.

Presidente do CREF8, Jean Carlo Azevedo da Silva, explica que o auxílio vai auxiliar, temporariamente, a categoria que teve os centros de treinamento fechados mediante as medidas de isolamento social. Segundo ele, serão cerca de 2,5 mil profissionais contemplados.

Para poder se cadastrar o treinador deve preencher um formulário digital disponível nessa página. Basta informar os dados de identificação pessoal e profissional, anexando seus comprovantes para a análise do governo.

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.