Pernambuco publica decreto com novas atividades liberadas para funcionamento

No último sábado, 29, o governador Paulo Câmara assinou um decreto que trata da ampliação da lista de serviços autorizados para funcionar durante as restrições mais rígidas. Estas, determinadas pelas autoridades sanitárias para controlar o crescimento da pandemia do coronavírus em Pernambuco.

Pernambuco publica decreto com novas atividades liberadas para funcionamento
Pernambuco publica decreto com novas atividades liberadas para funcionamento (Imagem: Ed Machado/Folha de Pernambuco)

Os serviços que foram autorizados a funcionar podem receber o público de forma presencial, obedecendo todos os protocolos de segurança que foram determinados pelo Plano de Convivência com a Covid-19. 

O que pode funcionar no Pernambuco

  • Praias e calçadões

O decreto determina que as praias marítimas e fluviais, o que inclui os calçadões, não podem funcionar aos finais de semana e feriados, no Grande Recife e Zona da Mata. Já no Agreste, a proibição é válida para todos os dias.

  • Parques e Ciclofaixas 

No Agreste os equipamentos como parques e ciclofaixas voltadas para lazer e recreação, não podem funcionar. Já no Grande Recife e Zona da Mata, a proibição é para os fins de semana e feriados. As ciclovias, como a Avenida Boa Viagem, podem funcionar.

  • Igrejas e templos 

As igrejas e templos do Agreste podem abrir todos os dias, porém, somente para a realização de atividades administrativas, serviços sociais e celebrações religiosas com transmissão virtual, sem a presença do público. 

Na Zona da Mata e Grande Recife, podem funcionar de segunda a sexta, das 5h às 20h. Aos fins de semana, os locais de culto não podem ter a presença de público.

Nas cidades do Sertão do Estado, as determinações para o funcionamento são as mesmas de Recife para os dias de semana. Já aos fins de semana, as igrejas podem abrir das 5h às 18.

Pandemia em maio 

No último mês, Pernambuco bateu recordes de novos casos da Covid-19 em um dia. Há, também, mais de 300 pessoas à espera de uma vaga em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Desde o início da pandemia, nunca houve tantos pacientes internados com sintomas respiratórios no estado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.