CPI da COVID influencia negativamente na economia brasileira?

Com o intuito de investigar a atuação do governo no combate à pandemia de covid-19, o Senado instalou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. Diante deste cenário de incertezas políticas causadas pela CPI da Covid, a economia brasileira tem passado por instabilidades recentes.

CPI da COVID influencia negativamente na economia brasileira?
CPI da COVID influencia negativamente na economia brasileira? (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

No último dia 27, o Senado instalou o CPI da Covid. Ela possui o objetivo de apurar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia de covid-19. Esta Comissão Parlamentar de Inquérito ainda busca investigar eventuais desvios de verbas federais enviadas aos estados e municípios.

Entre os principais temas que devem ser abordados durante a CPI, está a demora na compra das vacinas. Um exemplo deste problema foi quando o governo recusou a compra da vacina da Pfizer em 2020.

O problema causado pela falta de oxigênio hospitalar em Manaus também deve ser questionado. Mesmo com o aviso prévio da situação, o Ministério da Saúde não tomou as medidas necessárias para evitar o pior.

A ação do presidente Jair Bolsonaro em indicar o tratamento precoce com medicamentos sem eficácia comprovada para combater a doença é outro exemplo de tema a ser abordado.

Os integrantes da comissão possuem o poder de convocar pessoas para depor. Uma das pessoas que podem ser convocadas é o ministro da Economia, Paulo Guedes. Esta incerteza tem causado preocupação ao governo, conforme informado pelo Uol.

De acordo com informações da colunista Carla Araújo, o presidente Jair Bolsonaro e aliados avaliam que a possível convocação de Paulo Guedes pode causar ainda mais desgaste ao governo.

Caso a convocação aconteça, e o ministro faça declarações que prejudiquem o governo, o impacto negativo poderá ser ainda maior.

Reflexos na economia causados pela CPI da Covid

Diante de todo este cenário político atual, a economia nacional segue com incertezas. O mercado financeiro segue atento aos desdobramentos da CPI da Covid e os impactos que trará ao governo e na retomada da agenda de reformas no Congresso.

Sob o impacto da CPI da Covid, a Bolsa de Valores tem apresentado instabilidade. Nesta terça-feira (4) — acompanhada pelo depoimento do ex-ministro as Saúde, Luiz Henrique Mandetta —, o Ibovespa fechou em queda de 1,26%, aos 117.712 pontos. Na data, o dólar teve alta de 0,22%, a R$ 5,4307.

O depoimento do primeiro ministro da Saúde do governo Bolsonaro causou dúvidas aos investidores sobre como será a reforma tributária, em meio à difícil situação econômica e demora no cronograma de vacinação.

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.