Privatização dos Correios acelera e ganha novo capítulo na Câmara

Na terça-feira (20), a Câmara dos Deputados aprovou a urgência de um projeto de lei que abre caminho para privatização dos Correios. A votação teve 280 votos a favor e 165 contrários. Esta aprovação possibilita que a proposta seja pautada no plenário a qualquer momento.

Privatização dos Correios acelera e ganha novo capítulo na Câmara
Privatização dos Correios acelera e ganha novo capítulo na Câmara (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Caso a urgência não tivesse sido aprovada, seria preciso haver discussão nas comissões da Casa. Este texto possui autoria do governo federal. O presidente Jair Bolsonaro levou o projeto pessoalmente ao Legislativo no fim de fevereiro.

A proposta autoriza o Executivo a transformar a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), em uma sociedade de economia mista, vinculada ao Ministério das Comunicações. Atualmente, a empresa é estatal por completo.

O texto ainda prevê que a Anatel seja chamada de Agência Nacional de Telecomunicações e Serviços Postais. Ela se tornaria responsável por regulamentar os dois setores.

Na semana passada, o governo incluiu os Correios no Plano Nacional de Desestatização (PND) por decreto. Com isto, há a possibilidade de contratação de estudos parra a privatização da empresa.

Divergência de opiniões sobre projeto que abre caminho para privatização dos Correios

Mesmo que o projeto não trate explicitamente sobre a venda dos Correios, os parlamentares tiveram discordância. Isto acontece porque o texto é considerado um sinal positivo para a rompimento do controle do estado sobre os serviços postais que possuem domínio dos Correios.

Pelo lado do governo, a opinião tem sido de que a estatal não possui condições financeiras para melhorar os serviços oferecidos à população. O relator do projeto, Gil Cutrim (Republicanos-MA), afirmou que o projeto aborda a regulamentação e modernização do sistema postal nacional.

Ele destacou que a questão da privatização aconteceria somente após uma maior discussão entre os deputados. O deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) disse que o governo possui uma pauta liberal. Ela defendeu que os setores têm de ser privatizados e regulados pelo governo.

Por outro lado, a oposição alega que os Correios tiveram lucro bilionário no ano passado. O deputado Henrique Fontana (PT-RS) indicou quem vez de o país as atividades da empresa, a prioridade tem sido de venda.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA