Quem vai receber o seguro desemprego na poupança do CAIXA TEM?

Os trabalhadores que solicitarem o seguro desemprego e não possuírem conta poupança da Caixa irão receber o benefício de outra maneira. Com isso, a Caixa Econômica começará a pagar o seguro na Poupança Social Digital que pode ser movimentada pelo app Caixa TEM.

Quem vai receber o seguro desemprego na poupança do CAIXA TEM?
Quem vai receber o seguro desemprego na poupança do CAIXA TEM? (Imagem: montagem/FDR)

Essa medida é uma solução para aqueles que não possuem conta poupança da Caixa. A abertura das contas digitais será aberta de forma automática. Não será cobrado nenhum valor e nem será necessário apresentar documentos para a criação da conta.

Com o depósito na conta Poupança Social Digital os trabalhadores podem movimentar o seguro desemprego no aplicativo Caixa TEM. Porém, aqueles que já possuem conta na Caixa, o depósito será realizado na já existente.

Seguro desemprego

Esse benefício é pago aos trabalhadores demitidos sem justa causa. Esses têm direito de receber entre três e cinco parcelas, de acordo com o tempo de trabalho e a quantidade de solicitações.

O seguro desemprego é custeado pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador. O valor recebido é com base na média salarial, porém há uma limitação de R$ 1.911,84. O benefício também é pago nas seguintes situações:

  • Trabalhador doméstico demitido sem justa causa;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo;
  • Pescador profissional durante o período do defeso (período em que as atividades de caça, coleta e pesca esportivas e comerciais ficam proibidas ou controladas).

O valor recebido, como dito anteriormente, depende da média salarial do trabalhador. O cálculo é feito a partir dos últimos três pagamentos antes da demissão. É importante lembrar que há uma limitação de R$ 1.911,84 . Veja abaixo a tabela de cálculo:

Faixas de Salário Médio Valor da Parcela
Até R$ 1.683,74 Multiplica-se salário médio por 0.8 (80%)
De R$ 1.683,74 até R$ 2.806,53 O que exceder a R$ 1683,74 multiplicar por 0,5 (50%) e somar a R$ 1.347,00
Acima de R$ 2.806,53 O valor da parcela será de R$ 1.911,84

A quantidade de parcelas dependerá do número de solicitações do benefício e do tempo de trabalho. Essas podem ser pagas de forma alternada ou consecutiva e podem variar entre três e cinco parcelas. Veja abaixo as possibilidades:

Solicitação Exigências Número de parcelas
Primeira 12 meses de trabalho 04
24 meses de trabalho 05
Segunda 09 meses de trabalho 03
12 meses de trabalho 04
24 meses de trabalho 05
Terceira 06 meses de trabalho 03
12 meses de trabalho 04
24 meses de trabalho 05

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.