Formas de usar o PIX para movimentar o auxílio emergencial 2021

O PIX é uma das ferramentas disponíveis no Caixa TEM. Com ele é possível fazer transferências, pagamentos por QR Code, compras presenciais entre outras operações. Diante disso, o auxílio emergencial pode ser movimentado om o PIX a partir do dia 30 deste mês.

publicidade
Formas de usar o PIX para movimentar o auxílio emergencial 2021
Formas de usar o PIX para movimentar o auxílio emergencial 2021 (Imagem: Reprodução/ Exame Invest)

O auxílio emergencial poderá ser movimentado por meio do PIX a partir do dia 30 de abril. A novidade foi divulgada no Diário Oficial da União de 16 de abril. A forma de pagamento estará disponível no aplicativo Caixa TEM.

Com isso, os beneficiários que recebem o auxílio emergencial na conta Poupança Social Digital poderão fazer pagamentos e transferências por meio do PIX. Porém, essas funções não poderão ser usadas entre contas do mesmo titular, mesmo que seja em bancos diferentes.

publicidade

Dessa maneira, os pagamentos e transferências por meio do PIX só estarão disponíveis para operações para contas no nome de outras pessoas. Porém, essa limitação só será realizada no recebimento da primeira parcela do auxílio emergencial.

Sendo assim, nos outros três pagamentos, os beneficiários poderá transferir o valor disponibilizado para outra conta mesma titularidade. Os pagamentos usando o PIX estarão disponíveis no recebimento das quatro parcelas do programa.

Quem recebe o auxílio emergencial já tem o valor depositado na conta Poupança Social Digital. Com isso, pode movimentar o valor, por meio do cartão de débito virtual, para fazer compras e pagamentos.

Essa função está disponível no Caixa TEM. Os pagamentos podem ser feitos online ou diretamente na maquininha do estabelecimento comercial, por meio de QR CODE. Porém, a partir do dia 30 de abril, os clientes do banco digital da Caixa também poderão usar o PIX.

Essa será mais uma opção para movimentar o dinheiro. Para usar a ferramenta será necessário cadastrar uma chave. Essa pode ser o seu CPF, CNPJ, número de telefone, e-mail ou um número aleatória escolhido pela instituição financeira.

Para fazer o pagamento e/ou a transferência o pagador e o recebedor precisam ter esse cadastro. Isso porque, ao fazer a operação será necessário informar a chave do recebedor.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Porém, caso não tenha o dado disponível no momento será preciso indicar os dados bancários de quem vai receber o pagamento ou fazer a operação por meio da leitura de QR CODE.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.