Governador de Minas Gerais anuncia saída da fase roxa; saiba o que pode reabrir

Nesta quinta-feira (15), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou que cerca de 70% do estado sairá da onda roxa, a mais restritiva, para a onda vermelha. A mudança no programa Minas Consciente entrará em vigor a partir deste sábado (17).

Governador de Minas Gerais anuncia saída da fase roxa; saiba o que pode reabrir
Governador de Minas Gerais anuncia saída da fase roxa; saiba o que pode reabrir (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)

De acordo com a decisão do governo de Minas, as macrorregiões de saúde Norte, Sul, Sudeste e Jequitinhonha e as microrregiões de Betim, Belo Horizonte/Nova Lima/Caeté, Vespasiano, Contagem, Curvelo e Manhuaçu poderão avançar para a onda vermelha do plano Minas Consciente.

Esta medida faz com que metade das macrorregiões do estado fique na onde vermelha. A outra metade segue na onda roxa, a mais restritiva do plano, por pelo menos mais uma semana.

O Triângulo do Norte, Triângulo Sul e Noroeste, que já estavam na onda vermelha desde o dia 9, seguem nesta fase. O governador Romeu Zema alegou que o estado obteve melhorias de indicadores. Dessa forma, foi possível tomar as decisões técnicas por parte da Secretaria de Saúde.

Orientações em Minas Gerais para a fase vermelha

Na onda vermelha, está autorizada a operação de todos os comércios e serviços — como bares, salões de beleza e academias —, desde que cumpram algumas regras estabelecidas. Já na onda roxa, somente as atividades consideradas essenciais possuem autorização de funcionamento.

Pela onda vermelha, os eventos podem acontecer com o limite de até 30 pessoas. Os hotéis e atrativos poderão funcionar com apenas 50% de ocupação. Os espaços fechados e com atendimento ao público devem manter a capacidade de uma pessoa a cada 10 metros quadrados.

Nesta fase vermelha, a distância linear entre pessoas em mesas e filas, por exemplo, deve ser de 3 metros. Esta fase determina que os serviços não essenciais devem ter o limite de um cliente por atendente.

Segundo informado pelo G1, a mudança à onda vermelha não é obrigatória para os municípios. Sendo assim, a determinação recente do governo de Minas não significa que todas as cidades que avançaram de onda vão aplicar as reaberturas. A capital, por exemplo, não está presente no programa.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.