Vacina da Johnson & Johnson aprovada! Anvisa libera uso emergencial

Nesta quarta-feira (31), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial da vacina contra a covid-19 da farmacêutica Janssen, empresa do grupo Johnson & Johnson. O governo federal já comprou 38 milhões de doses dessa vacina da Johnson & Johnson.

Vacina da Johnson & Johnson aprovada! Anvisa libera uso emergencial
Vacina da Johnson & Johnson aprovada! Anvisa libera uso emergencial (Imagem: Maksim Goncharenok/Pexels)

A aprovação desta vacina aconteceu de forma unânime. Quatro diretores e o presidente da Anvisa foram a favor do pedido. A solicitação de uso emergencial foi feita pela empresa no dia 24 de março.

A Anvisa concluiu que este imunizante protege contra a forma grave da doença. Também foi entendido que a vacina é eficaz para a prevenção da covid-19 em pacientes adultos. A decisão aconteceu após a análise dos estudos apresentados.

De acordo com a Anvisa, a vacina da Janssen apresenta resposta significativa 14 dias após a aplicação da dose. Este imunizante possui eficácia geral de 66,9%. Ao considerar os casos graves, a eficácia comprovada foi de 76,7% depois de 14 dias. Após 28 dias, a eficácia neste caso foi de 85,4%.

A agência não identificou nenhuma reação adversa grave. Os efeitos mais comuns são dor muscular, dor nas articulações, fadiga, cefaleia (dor de cabeça) e calafrios.

Alguns pontos foram apontados pela Anvisa a serem aprofundados: eficácia, segurança e tempo de proteção no longo prazo; aplicação junto de outras vacinas; reação de mulheres grávidas; e eficácia contra novas variantes do coronavírus.

Entre as vacinas que são aplicadas no mundo, a da Janssen possui eficácia com apenas uma dose. Esta é a quinta vacina aprovada pela Anvisa, entre as com registro e as permitidas em caráter emergencial.

A vacina da Janssen já está autorizada, de forma emergencial ou provisória, em diversos países, como nos Estados Unidos, Canadá, além da Europa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou o uso emergencial deste imunizante em todos os países.

Governo federal garantiu 38 milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson

O Ministério da Saúde assinou contrato com a Janssen que prevê a aquisição de 38 milhões de doses. Deste total, 16,9 milhões de doses serão entregues no terceiro trimestre deste ano. As demais 21,1 milhões de doses serão entregues no quarto trimestre, segundo os prazos informados pelo governo.

De acordo com o contrato da Janssen cada dose terá o valor de US$ 10. Na primeira parcela, o pagamento será de US$ 95 milhões.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA