O que para de funcionar durante feriadão de 10 dias no Rio de Janeiro?         

O governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), anunciará feriadão de 10 dias no Rio de Janeiro. O objetivo é desestimular a circulação de pessoas durante as medidas de restrições mais severas, no plano de combate a Covid-19.

O que para de funcionar durante feriadão de 10 dias no Rio de Janeiro?         
O que para de funcionar durante feriadão de 10 dias no Rio de Janeiro? (Imagem: Reprodução/Google)

O governador deve anunciar o feriadão de 10 dias no Rio de Janeiro nos próximos dias. A ideia é antecipar os feriados de Tiradentes (21 de abril) e São Jorge (23 de abril). Com isso, o feriadão será vivenciado entre os dias 26 de março e 4 de abril.

A medida proposta pelo governo do Rio de Janeiro ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado. A decisão do governador veio após a reunião com os prefeitos da capital do Rio, Eduardo Paes (DEM), e de Niterói, Axel Grael (PDT).

A reunião entre o governador e os prefeitos tinha o objetivo de definir as medidas que serão adotadas para o combate à Covid-19. Castro tinha como intenção adotar medidas mais restritivas, porém, ele e os prefeitos não chegaram a um acordo.

Diante disso, ainda não se sabe quais serão as restrições adotadas nos próximos dias, principalmente para os setores de comércio e serviços. O desacordo gerado foi porque o prefeito do Rio queria que todos os serviços não essenciais fossem fechados por dez dias, porém, Castro não aprovou a sugestão.

O prefeito de Niterói se reuniu no sábado (20) com representantes do setor de comércio e discutiu com eles a possibilidade de fechar os estabelecimentos. Porém, com a não aprovação do governador, os prefeitos tiveram que pensar em outra estratégia.

Para isso, nesta tarde, os dois representantes de reunião com os comitês científicos dos dois municípios, de forma virtual, com o intuito de definir as novas medidas restritivas. Essas medidas devem ser adotadas pelas duas regiões.

O prefeito do Rio defende que é necessário haver um consenso na adoção de medidas restritivas, pelo menos na região metropolitana. Paes lembrou que a capital não é uma “ilha” e que os municípios próximos precisam aderir às restrições.

Além disso, também lembrou que a capital recebe pacientes de outros municípios. Os prefeitos de Niterói e do Rio de Janeiro irão anunciar nesta tarde, às 17h, as novas medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 e que irá valer nos dois municípios.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.