Campanha privada “Tem gente com fome” quer distribuir 223 mil cestas básicas em todo Brasil

Os organizadores da campanha Tem gente com fome afirmam que necessitam de R$ 133 milhões para distribuir as cestas básicas. Além disso, parte do valor é para ser usado na criação do site que servirá para reunir os recursos recebidos.

Campanha privada “Tem gente com fome” quer distribuir 223 mil cestas básicas em todo Brasil
Campanha privada Tem gente com fome quer distribuir 223 mil cestas básicas em todo Brasil (Imagem: Tem gente com fome)

A campanha Tem gente com fome foi lançada na última terça-feira (16), tem como objetivo doar 223 mil cestas básicas. A iniciativa visa contemplar famílias de todo o país. Porém, para efetivar a proposta será necessário arrecadar R$ 133 milhões.

A arrecadação dos recursos será por meio do site Tem gente com fome. Na plataforma é possível fazer doação a partir de R$ 10 até R$ 1.000. Quem quiser fazer uma doação acima de R$ 5 mil deve fazer usar os dados bancários disponíveis no site.

Além disso, os contribuintes podem fazer sua doação, em qualquer valor, via PIX ou PayPal. Outra opção é fazer doação de alimentos. Porém, ainda serão divulgados os pontos de recolhimento.

A campanha Tem gente com fome é de iniciativa da Coalizão Negra Por Direitos, em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Ação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas – Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário e Grupo Prerrô.

Todos os detalhes podem ser conferidos na plataforma. Até o momento foram arrecadados R$ 243.008. Dessa maneira, ainda falta arrecadar R$ 132.756.992. Segundo Douglas Belchior, fundador da Coalizão Negra por Direitos, a iniciativa é “urgente” e exige “mobilização imediata, porque o povo está morrendo de fome”.

Segundo a Coalizão Negra Por Direitos, já foram mapeadas 222.895 famílias mapeadas. O valor da cesta básica é de R$ 200. A distribuição acontecerá nos pontos físicos das organizações que compõem a Coalizão Negra.

Tem gente com fome e como a contribuição ajuda

De acordo com os organizadores, ao doar R$ 10, é possível comprar três pacotes de macarrão ou 1 kg de feijão. Contribuindo com R$ 50, a ajuda pode ser ainda melhor, pois é possível distribuir uma feira com cenoura, alface, cebola, batata, tomate e alho.

A ajuda de R$ 100 paga meia cesta básica capaz de alimentar uma família de quatro pessoas. Com R$ 500 duas famílias de quatro pessoas poderá se alimentar.

Com o valor mais alto de doação, R$ 1.000, é possível ajudar a alimentar quatro famílias de duas a quatro pessoas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.