Valor da cesta básica tem queda significativa em 12 estados do Brasil

No mês de fevereiro, o valor da cesta básica caiu em 12 das 17 capitais brasileiras incluídas na Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos, realizada todos os meses pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Já nas outras cinco capitais, a cesta básica ficou mais cara.

Valor da cesta básica tem queda significativa em 12 estados do Brasil
Valor da cesta básica tem queda significativa em 12 estados do Brasil (Imagem: Google)

As quedas mais expressivas no preço da cesta foram constatadas em Campo Grande (-4,67%), Brasília (-3,72%), Belo Horizonte (-3,16%), Vitória (-2,46%) e Goiânia (-2,45%).

Falando de aumento no preço, a capital com maior alta em fevereiro foi João Pessoa (2,69%), seguida por Curitiba (2,33%), Natal (2,19%), Belém (1,11%) e Porto Alegre (1,03%).

Florianópolis tem a cesta básica mais cara do Brasil, com um custo de R$639,81 em média. Já a mais barata foi registrada em Aracajú, com custo médio de R$445,90.

Baseada na cesta de Florianópolis, a mais cara do país, o Dieese estimou que o salário mínimo necessário para cobrir as despesas de um trabalhador e de sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência precisaria ser de R$ 5.375,05, ou seja, 4,89 vezes o salário mínimo vigente atualmente, no valor de R$ 1.100.

Produtos mais caros da cesta básica

Entre os produtos que ficaram maias caros em fevereiro está a carne bovina de primeira. Em Florianópolis, foi registrada a maior elevação nacional no preço médio do item, estimada em 4,4%. No caminho contrário, o Dieese registrou queda de -4,51% no valor do leite.

O café em pó e o açúcar também tiveram alta observada em 14 e 13 cidades, respectivamente.

Foram registrados também queda nos preços de vários itens, como a batata (-28% em Campo Grande), o óleo de soja (-7,5% em Aracaju), o arroz agulhinha (-8,8% em Campo Grande), o tomate (-27,5%, em Campo Grande) e o leite integral (-5,79% em Aracaju).

Apesar de ocupar o primeiro lugar entre as cestas mais caras, a cesta básica em Florianópolis registrou queda de -1,77% comparada ao mês anterior.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.