Fim do auxílio emergencial faz cidade mineira liberar cestas básicas para população

Governos estaduais e municipais criam alternativas mediante a ausência do auxílio emergencial. Ainda sem validação das novas parcelas do coronavoucher, a Prefeitura de Francisco Sá, no interior de Minas Gerais, informou que estará doando cestas básicas para a população carente. O projeto já está em fase de estruturação. Saiba quem será contemplado.

Fim do auxílio emergencial faz cidade mineira liberar cestas básicas para população (Imagem: Google)

Tendo em vista que ainda não foram definidas as novas datas do auxílio emergencial, os gestores de Francisco Sá passaram a conceder cestas básicas para a população carente.

Ao todo, a cidade conta com cerca de 26,3 mil habitantes, tendo parte significativa de sua renda afetada pela pandemia.

Diante da instabilidade sobre reabertura e retomada dos setores econômicos, o prefeito, Mario Osvaldo Casasanta (Avante), informou que utilizará parte dos recursos federais para garantir a alimentação de seu povo.

Como serão liberadas as cestas básicas

De acordo com as informações da própria prefeitura, serão investidos R$ 380 mil, repassados pelo Tesouro Federal (Ministério da Economia), para custear as cestas básicas. A expectativa é de 250 mil famílias possam ser contempladas ao longo dos próximos 10 meses.

Até o momento não foi definito como será feito o processo de triagem desse público, mas de acordo com Osvaldo a ação contará com o apoio da equipe social da prefeitura.

“A distribuição será feita pela Secretaria de Assistência Social do município. O objetivo é o atendimento às pessoas mais necessitadas”, garantiu.

No que fiz respeito ao tempo total de duração do programa, explicou ainda que vai depender das definições do governo federal sobre o auxílio emergencial. Caso as mensalidades voltem a ser concedidas, suspenderá a distribuição das cestas, porém havendo um novo entrave os alimentos voltam a ser repassados.

“Se o auxílio emergencial do governo federal retornar, vamos suspender a distribuição das cestas básicas e voltar a entregar os mantimentos quando o auxílio (emergencial) for interrompido novamente”, informou o prefeito.

Sobre o auxílio emergencial

A previsão é de que as novas parcelas de extensão do programa sejam ofertadas já a partir do mês de março. Nesse momento o governo federal vem trabalhando para definir as formas de custeio do programa, para na sequencia liberar o novo período de cadastramento.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.