Dicas para montar seu currículo profissional mesmo sem experiência anterior

Muitos jovens quando vão procurar o primeiro emprego ficam inseguros por não possuírem experiências anteriores. Porém, saber montar um bom currículo pode te ajudar a conquistar uma vaga e ingressar no mercado de trabalho. 

Dicas para montar seu currículo profissional mesmo sem experiência anterior
Dicas para montar seu currículo profissional mesmo sem experiência anterior (Foto: Google)

Montar um currículo para muitos pode parecer algo complicado, por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar a abrir as primeiras portas da sua carreira.

Seja verdadeiro

Conseguir uma vaga de emprego já é difícil, sem experiência torna ainda mais complicado. Isso faz com que muitas pessoas cometam um dos piores erros no currículo que é mentir.

Essa atitude é arriscada, pois uma hora a mentira será descoberta, seja na entrevista ou na realização de exames práticos aplicados por algumas empresas.

Seja honesto, sincero e confie em suas habilidades que podem ser características mais importantes para as empresas.

Assim, você evita situações constrangedoras dentro do seu ambiente de trabalho.

Tenha um objetivo profissional

Todos temos habilidades e qualidades que podem ser aproveitadas dentro de uma empresa. Esse ponto deve ser explorado no currículo daqueles que não possuem experiência, podendo ser usado para preencher o campo de objetivos.

Caso tenha facilidade em atender o público, direcione o seu objetivo profissional para área de vendas ou atendimento ao cliente. 

Se tiver mais habilidade com números, mostre que possui interesse em atuar no departamento financeiro. Evite colocar as expressões “sou uma pessoa criativa” ou “sou curioso”.

Cursos

Coloque em seu currículo cursos que já participou. Como de informática, idiomas, cursos técnicos, graduação ou quaisquer outros que já tenha feito e que seja pertinente ao universo profissional e podem diferenciar seu currículo.

Fique atento para não colocar informações desnecessárias no currículo como notas escolares ou premiações de honra ao mérito do ensino médio.

Cuidado com gafes

Com a intenção de tirar o foco da falta de experiência, muitas pessoas costumam inserir em seus currículos algumas informações desnecessárias e em alguns casos acabam se prejudicando.

O que evitar:

  • Título: Não é necessário escrever “curriculum vitae” ou “currículo” no topo da página. O recrutador já sabe a natureza do documento;
  • Pretensão salarial: Esse ponto pode ser conversado no momento da entrevista, mas inserir a sua pretensão salarial no corpo do currículo não é recomendado;
  • Dados pessoais: Não existe a necessidade de mencionar números de documentos pessoais, dados do cônjuge ou parentes;
  • Certificados e diplomas: Eles podem acompanhá-lo em uma entrevista, se o recrutador queira conhecer melhor algum detalhe da sua formação te solicitará. 
  • Menos é mais: Mantenha o seu currículo o mais formal possível. Não coloque desenhos, fundos coloridos, letras com fontes “exóticas” ou fotografias, a não ser que seja uma exigência da empresa. As empresas preferem um currículo tradicional, sem inovações. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.