Força tarefa para análise do BPC pretende responder 1,3 mil solicitações

INSS anuncia início de uma ação força tarefa para validar solicitações previdenciárias. Diante do número de pessoas nas filas de espera para a concessão de benefícios como o BPC, o Instituto Nacional do Seguro Social montou uma operação exclusiva para liberar o pagamento de mais de 534.848 pedidos. Cerca de 1.383 servidores estarão trabalhando no processo.

Força tarefa para análise do BPC pretende responder 1,3 mil solicitações (Foto: Google)
Força tarefa para análise do BPC pretende responder 1,3 mil solicitações (Foto: Google)

Um dos efeitos do novo coronavírus foi o atraso na concessão de benefícios do INSS. Para quem solicitou o BPC, o órgão montou uma força tarefa exclusiva com a finalidade de antecipar a validação dos pagamentos.

A ação teve início no último dia 12 e deverá durar até que todo o estoque de pedidos seja zerado.

Números de concessão pelo BPC

De acordo com os dados do próprio INSS, até o mês de dezembro de 2020, haviam cerca de 534.848 pedidos em análise.

Desse total, 442.483 é referente exclusivamente a solicitações de Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência; 665 de Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência – Microcefalia; 89.088 de Benefício Assistencial ao Idoso; e 2.612 de Benefício Assistencial ao Trabalhador Portuário Avulso.

Para poder reduzir os números, o órgão montou um time de servidores que estão trabalhando exclusivamente na análise desses processos. De acordo com a gestão previdenciária, a previsão é de que até julho as filas sejam zeradas.

“A força-tarefa envolverá servidores de todas as regionais do País e visa reduzir o estoque de requerimentos do BPC. A ação será focada nas avaliações sociais”, informou o INSS por meio de sua assessoria de imprensa.

Sobre o BPC

Trata-se de um benefício destinado para quem está impossibilitado de exercer as atividades de trabalho por questões de saúde. Através da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) ele garante que o cidadão tenha direito de receber um salário mínimo por mês.

O pagamento é destinado não só para os trabalhadores com a jornada comprometida, como também para familiares que tenham algum parente impossibilitado de trabalhar.

O processo de cadastramento e solicitação é feito diretamente pelo Meu INSS, sendo necessário estar inscrito também no CadÚnico e no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

Normalmente o prazo de retorno de validação é de até 90 dias, mas com a pandemia há quem espere por mais de 140 dias.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.