FGTS emergencial e aniversário precisam ser inclusos no IRPF 2021; como declarar?

No ano de 2020, o governo permitiu que os brasileiros realizassem o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em uma tentativa de diminuir o impacto financeiro que a pandemia causada pelo novo coronavírus. 

IR
FGTS emergencial e aniversário precisam ser inclusos no IRPF 2021; como declarar? (Imagem: Reprodução Google)

Os saques que poderiam ser realizados deveriam ter o valor máximo de um salário mínimo, que na época era de R$1.045.

Aqueles que sacaram o recurso devem estar atentos à prestação de conta que deve ser feita no Imposto de Renda deste ano de 2021.

O que deve constar na declaração do IR em 2021?

Na declaração deste ano deve constar o saque-aniversário, o saque emergencial do FGTS, a retirada de recursos para a compra de imóvel,demissão ou outros motivos que levaram ao saque.

Aqueles que declararão o imposto neste ano são aqueles que receberam até R$28.559,70 no ano passado ou que realizaram saque maior que R$40 mil do FGTS no ano passado. 

O saque do FGTS não altera a base de cálculo do Imposto de Renda, já que é um rendimento isento. Porém, o valor precisa ser declarado para que haja a confirmação de onde foram retirados os recursos, principalmente se tratando de um valor alto.

Onde deve ser declarado no Imposto de Renda?

O saque deve ser declarado na aba de “rendimentos isentos e não tributáveis”, essa aba fica à esquerda do menu do programa de preenchimento do imposto.

Logo depois o declarante deve clicar em “Novo” e escolher “Tipo de Rendimento” pelo código 04, em que estão classificados as indenizações por acidente de trabalho, rescisão de contrato do trabalho, PDV, e FGTS.

Após isso,é só escolher o beneficiário, que pode ser o titular ou algum dependente. O contribuinte deve informar o CNPJ e o nome da fonte que realiza os pagamentos, que no caso do FGTS, é a Caixa Econômica Federal. 

Para finalizar, o usuário deve informar o valor total do saque em 2020 e concluir o preenchimento da ficha ao clicar em “Ok”. 

Outros beneficiários devem ser declarados no IR 2021

Os beneficiários do auxílio emergencial que foi pago aos desempregados e autônomos que ficaram sem renda durante a pandemia e estiverem obrigados a declarar o imposto devem informar o auxílio em sua declaração. Isso vale para o beneficiário e os seus dependentes.

Aqueles que tiveram seu contrato suspenso ou jornada e salário reduzidos, que receberam o benefício emergencial (BEm), devem preencher a declaração seguindo o informe de rendimentos que será disponibilizado pela empresa.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.