Rio de Janeiro planeja microcrédito para salvar empresas da crise

A Prefeitura do Rio está desenvolvendo um programa com linhas de microcrédito com o intuito de auxiliar as micro e pequenas empresas cariocas que foram atingidas pelos impactos econômicos causados pela pandemia.

Rio de Janeiro planeja microcrédito para salvar empresas da crise
Rio de Janeiro planeja microcrédito para salvar empresas da crise (Imagem Google)

O programa será de responsabilidade da Fomenta Rio, agência de fomento do município, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico Chicão Bulhões. A meta é atingir R$ 20 milhões em recursos, que serão oriundos de parcerias com empresas privadas.

Existem duas possibilidades que estão sendo estudadas para colocar o programa em funcionamento. Umas delas é a utilização de linhas de crédito já existentes do Sicoob. 

A outra é a criação de um fundo de investimento de direitos creditórios (FIDC). Como isso ainda não foi definido, os detalhes a respeito das taxa de juros, valores disponíveis para empréstimos e carência ainda não foram divulgados. O secretário deseja discutir uma parceria com o Sebrae para o programa.

Redes sociais podem ajudar a impulsionar sua empresa

Com as pessoas cada vez mais conectadas, as empresas estão apostando e muito nas redes sociais para divulgar seus produtos e serviços. As pequenas empresas também entraram neste movimento e a presença delas cresceu 70% no final de 2020.

O WhatsApp é usado por 84% das pequenas empresas que trabalham on-line; o Instagram tem 54% de penetração; e o Facebook, 51%. A pandemia foi uma incentivadora do uso destas plataformas.

  • Dicas de especialistas para as empresas nas redes sociais
  1. Utilize todas as redes possíveis, mas foque nas mais usadas (WhatsApp, Facebook e Instagram)
  2. Acompanhe os resultados das postagens através das estatísticas, comentários, curtidas, ganho/perda de seguidores
  3. Elabore postagens que vão além de ofertas, mostrando bastidores, processos de produção e quais são os valores da empresa
  4. Humanize sua linha do tempo nas redes. Os clientes gostam de saber quem está por trás do perfil, então o próprio dono pode aparecer nos posts
  5. Sempre faca uma nova postagem, mas cuidado com os excessos. A cada 10 posts, apenas 2 de ofertas
  6. Redobre o cuidado com o visual. Os posts devem seguir um padrão com paleta de cores definida, formato de foto e fontes. Assim, sua marca será lembrada automaticamente nas publicações
  7. Invista em posts pagos, caso queira mais agilidade no crescimento do negócio. Esse tipo de ação ajuda a atingir seu público-alvo

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA