Sicoob e Sicredi abrem MAIS agências no país em contra mão ao BB e Bradesco

Indo na contramão dos grandes bancos que decidiram fechar mais de mil agências no último ano, as cooperativas de crédito como a Sicoob e o Sicredi, ampliaram os pontos de atendimento presenciais em meio a pandemia. Marcando presença em diversos pontos do Brasil.

Sicoob e Sicredi abrem MAIS agências no país em contra mão ao BB e Bradesco
Sicoob e Sicredi abrem MAIS agências no país em contra mão ao BB e Bradesco (Imagem Google)

O Sicoob, maior instituição do segmento, abriu no ano passado 197 agências, representando um crescimento de 6% em sua base, que alcançou 3,48 mil postos.

Desta forma, a cooperativa só fica atrás do Banco do Brasil em número de agências. O BB fechou 4,4 mil unidades no mês de dezembro.

Já a Sicredi, segunda maior cooperativa financeira do Brasil, abriu mais 150 postos de atendimento durante a pandemia e agora conta com 2 mil agências. Ao longo deste ano, serão abertas ainda 250 novos pontos, um investimento de R$200 milhões.

O Banco Central apoia o movimento, que definiu como meta o crescimento da participação das cooperativas no crédito do Sistema Financeiro Nacional para 20% até o ano que vem (atualmente a parcela está em 10%, o dobro de cinco anos atrás). 

O cálculo utilizado pelo BC retira da conta nichos em que as cooperativas não atuam, como crédito a grandes companhias. Se todo o sistema fosse considerado, a participação das cooperativas ficaria em torno de 5%.

As cooperativas de crédito, que vieram quase que totalmente do setor agrícola, atentem atualmente cliente de todos os setores tanto pessoas físicas como jurídicas, que buscam juros menores.  

Como as cooperativas não possuem fins lucrativos, já que emprestam basicamente para seus próprios associados, que são, portanto, os donos do negócio, elas conseguem taxas mais competitivas.

No Brasil, existem atualmente 5 mil cooperativas, sendo 827 delas de crédito, com ativos totais de R$ 310 bilhões e uma carteira de empréstimos de mais de R$ 156 bilhões, de acordo com o último levantamento feito pelo Sistema Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Especificadamente, em crédito, existem mais de 10 milhões de cooperados e 6.043 pontos de atendimento.

Em 2020, em meio ao cenário mais critico da pandemia do coronavírus, as cooperativas ficaram no topo do ranking das concessões de empréstimos aos pequenos negócios, representando 31% do total, de acordo com o SNCC (Sistema Nacional de Crédito Cooperativo)

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.