Governo confirma FIM do CRLV de papel-moeda; veja como obter o licenciamento digital

O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) no papel verde já pode ser considerado coisa do passado. Agora, este documento é disponibilizado e oficializado pelo governo federal na versão digital, ou seja, na palma da mão através de aparelhos eletrônicos com risco reduzido de perda.

Governo confirma FIM do CRLV de papel-moeda; veja como obter o licenciamento digital
Governo confirma FIM do CRLV de papel-moeda; veja como obter o licenciamento digital (Imagem: Fernanda Alves/Detran-RS)

Pessoas físicas podem conseguir o CRLV digital através do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, disponível gratuitamente nos sistemas operacionais Android e iOs. O primeiro passo será realizar um cadastro.

O cadastro nada mais é que o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a criação de uma senha de seis dígitos numéricos que não deve ser compartilhada. Feito isso, já é possível ter acesso à tela inicial da plataforma, onde se deve clicar na opção “Veículos”.

O próximo passado é clicar na opção em que se pode adicionar um CRLV. Nela, é preciso digitar o número do Renavam e do código de segurança do CRV (código de 11 dígitos que fica na parte superior direita do documento).

Para pessoas jurídicas, o processo é diferente: deve ser realizado através do Portal de Serviços do Denatran, e não por meio de aplicativos. No portal, é preciso acessar a aba “Meus veículos” e criar sobre o veículo desejado que estiver registrado em nome da pessoa jurídica.

Fazendo isso, será possível baixar o CRLV nos formatos PDF ou P7S e até mesmo impresso.

Vale lembrar que o CRLV, conhecido por ser o documento do carro, serve para provar que todos os débitos do veículos e o imposto anual estão quitados. Ou seja, ele só ficará liberado após o pagamento.

Outros serviços do aplicativo Carteira Digital de Trânsito:

  • CNH Digital
  • CRLV Digital
  • Compartilhamento do CRLV com outros usuários do veículo
  • Controle e gerenciamento das infrações de trânsito
  • Desconto de até 40% no pagamento das multas
  • Aviso de recall para o seu veículo
  • Indicação do condutor principal do veículo
  • Documentos digitais de registro e licenciamento do veículo

Vale frisar que, para conseguir incluir seus documentos dentro da Carteira Digital de Trânsito – CDT, a CNH deve ter sido emitida a partir de maio de 2017.

A partir dessa data, todas as CNHs foram emitidas com a tecnologia de QR Code e permitem leitura e validação pelo aplicativo Vio.

Isabela VeríssimoIsabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.