CRLV voltou a ser impresso! Detran-PE orienta novas regras para emitir

Após uma decisão da Justiça, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) autorizou que CRLV volte a ser emitido em papel em todo o Brasil. Por conta disso, o Detran PE explicou que imprime o documento através de agendamento, porém a versão digital permanece sendo prioridade.

CRLV voltou a ser impresso! Detran-PE orienta novas regras para emitir
CRLV voltou a ser impresso! Detran-PE orienta novas regras para emitir (Imagem: Reprodução/Google)

Uma resolução do Contran que estava em vigor desde o inicio deste ano, proibia os órgãos estaduais de imprimirem documentos dos veículos. Ela determinava que o CRLV deveria ser exclusivamente digital.

Dois trechos da norma foram suspensos obedecendo a uma liminar do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), no Rio Grande do Sul, que determinou que os documentos voltassem a ser impressos.

“[Essa liminar] concedeu para os excluídos digitais e também para os não sendo excluídos digitais a questão do fornecimento do papel A4, já que não existem mais as cédulas verdinhas”, disse o diretor-geral do Detran-PE, Sebastião Marinho.

Os donos de veículos que não conseguirem emitir seu CRLV Eletrônico (CRLV-e) ou não possuam computador, smartphone ou impressora, podem agendar um atendimento presencial de “Análise para Emissão de CRLV” no site do Detran. Já não tiver dificuldades com tecnologias, pode fazer a impressão do documento em sua casa.

Mesmo podendo obter o documento impresso, em papel A4, através de uma solicitação do Detran, o documento digital permanece válido e pode ser obtido através do aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT) ou pelo site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

“O que nós reforçamos é que é importante que se faça o digital, que se preserve o meio ambiente para quem tem acesso digital e deixe isso exclusivamente para os excluídos digitais”, ressaltou Sebastião.

CRLV em casa

As pessoas que não possuem dificuldades em utilizar celulares e computadores podem imprimir o documento em casa, no aplicativo Carteira Digital de Trânsito do Denatran, disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS, ou pelo site do órgão federal.

Antes da impressão, é necessário fazer um cadastro, inserindo dados pessoais e dos veículos. Ao fazer isto, o motorista tem acesso a uma versão em PDF do documento digital, que pode ser impresso em casa, em uma folha de papel A4.

Qualquer dúvida pode ser tirada no site do Detran.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.