Ensino público estadual inicia pré-matrícula 2021 em Santa Catarina

A rede estadual de ensino de Santa Catarina iniciou o período de pré-matrícula para o ano letivo de 2021. Os responsáveis podem fazer o procedimento on-line até as 14 horas de sexta-feira (5), depois, os responsáveis precisam levar a documentação nas escolas.

Ensino público estadual inicia pré-matrícula em Santa Catarina
Ensino público estadual inicia pré-matrícula em Santa Catarina. (Imagem: Mauricio Vieira/ Secom)

O início das aulas está previsto para 18 de fevereiro nas modalidades de ensino presencial, misto e remoto. A matrícula do 1º ano do ensino fundamental será aceita a alunos que completam seis anos até 31 de março. Já a rematrícula de estudantes de outros anos será automática.

Procedimentos de matrícula em Santa Catarina

Na etapa online, usando o site da Secretaria de Educação, o responsável deve cadastrar os dados do aluno e selecionar a escola mais próxima da residência, que tenha vaga.

Quem não tiver acesso à internet em casa pode comparecer a uma escola com posto de atendimento com computador.

A matrícula será efetivada quando o responsável levar o comprovante de residência pessoalmente na escola e os documentos exigidos:

  • Cópias da certidão de nascimento e da carteira de identidade ou CPF;
  • Cópia da carteira de vacina e número do Sistema Único de Saúde (SUS);
  • Ficha de matrícula assinada (disponível no site);
  • Atestado de frequência ou boletim mais atual e cópia dos históricos escolares carimbados e assinados de todas as séries anteriores.

O prazo para entrega será entre quarta e sexta (5) das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. As vagas que sobrarem serão novamente disponibilizadas no site da secretaria. Em caso de dúvidas, o responsável pode ligar para 0800-6447890.

A Secretaria de Estado da Educação informou que haverá três modalidades na rede estadual: o modelo presencial será para as escolas com estrutura para receber todos os matriculados, com as regras de distanciamento social. O sistema misto será aplicado para a maioria dos alunos.

A alternância será entre categorias “tempo escola” e “tempo casa”, com grupos menores para manter as normas de segurança contra a Covid-19.

O “tempo casa” será de atividades pedagógicas realizadas com ou sem a mediação de tecnologias digitais.

O modelo 100% remoto será voltado a estudantes, professores e servidores do grupo de risco. Os pais ou responsáveis que preferirem manter os filhos em casa também poderão optar pelo sistema.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mônica Chagas
Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do FDR.