Formato presencial, on-line e misto: entenda a volta às aulas em Santa Catarina

Na última segunda-feira (25), a SED (Secretaria de Estado de Educação) de Santa Catarina divulgou modelos para que as escolas públicas e privadas possam retornar às aulas em 2021. A depender da infraestrutura, as instituições de ensino poderão escolher entre formatos presencial, on-line e misto para o início letivo.

Formato presencial, on-line e misto: entenda a volta às aulas em Santa Catarina (Imagem: Reprodução/Google)
Formato presencial, on-line e misto: entenda a volta às aulas em Santa Catarina (Imagem: Reprodução/Google)

Previstas para iniciarem no dia 8 de fevereiro para a rede privada e dia 18 de fevereiro nas escolas públicas estaduais, os estabelecimentos de ensino poderão optar por até três dos formatos apresentados pela SED, a depender da capacidade da escola.

Para as escolas com capacidade para receber e acomodar todos os alunos sem desrespeitar o distanciamento de 1,5 metro poderão atuar com atividades presenciais, caso os responsáveis concordem em mandar as crianças para o estabelecimento.

Podendo as escolas, também, continuar com o modelo adotado durante os primeiros meses da pandemia do novo coronavírus, de forma remota, intercalando com aulas presenciais – chamada de educação mista.

De acordo com o NSC Total, a recomendação às escolas do Estado, é que priorizem horários concentrados nas turmas para evitar trocas de sala constantes.

O aluno deve permanecer na sala e, se possível, a carteira deve ser marcada para que o estudante use sempre a mesma.

Professores que façam parte do grupo de risco e que lecionam nos anos iniciais do Ensino Fundamental serão substituídos por professores temporários, já nos anos finais do Fundamental e do Médio, as disciplinas serão ministradas de maneira remota.

Entenda cada modelo para as aulas em Santa Catarina

Modelo tradicional – totalmente presencial: O modelo tradicional, com todos os alunos presentes na sala de aula, assim como os professores, será aplicado nas escolas que tiverem infraestrutura adequada para receber os alunos com respeito ao distanciamento de 1,5 metro exigido entre as carteiras dos alunos.

Modelo misto: O modelo misto vai funcionar com a alternância dos grupos que frequentam a escola e dividido nos tempos de escola e de casa, com aulas presenciais devendo ocorrer de duas a três vezes na semana para os anos iniciais e semanalmente para o Ensino Fundamental e Médio.

  • Tempo Escola: consiste no atendimento presencial na unidade escolar, com turmas subdivididas em grupos.
  • Tempo Casa: as atividades pedagógicas podem ser realizadas com ou sem a mediação por tecnologias digitais.

Modelo totalmente on-line: O formato 100% on-line continua em 2021 para os cerca de 28 mil alunos da rede estadual que, comprovadamente, fazem parte de grupo de risco para Covid-19, assim como os professores.

Para mais informações sobre educação e emprego, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.