Corte de água e gás estão suspensos para comércios NESTE estado

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, na última quarta-feira (03), a suspensão de corte de água e gás para estabelecimentos até 30 de março, durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. A medida visa aliviar os custos para as empresas do estado, que estão sofrendo com a pandemia.

Corte de água e gás estão suspensos para comércios NESTE estado
Corte de água e gás estão suspensos para comércios NESTE estado (Imagem: Reprodução/Google)

A proposta do governador é suspender o corte de água e gás para as empresas que estão inadimplentes, a fim de ajudá-las a passar por esse período de crise gerada ou intensificada com a pandemia do novo Coronavírus.

Diante disso, não será permitido o corte de água e gás desses estabelecimentos até o dia 30 de março deste ano. O governador esclareceu que a suspensão no corte de água é para as empresas que possuem o abastecimento pela Sabesp, que é controlada pelo governo do estado de São Paulo.

Essa isenção é voltada para as empresas que não puderam honrar com o pagamento de suas contas de gás e água, por algum motivo. Além disso, os empresários poderão quitar as dívidas de forma parcela, em até 12 vezes sem juros e sem multa.

Durante a entrevista, Doria também aproveitou o momento para anunciar a linha de crédito de R$ 125 milhões criada pelo governo do estado, pagos pelo Banco do Povo e pelo DesenvolveSP, para atender os setores de turismo, eventos e gastronomia de São Paulo.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do Banco do Povo, liberou R$ 25 milhões em microcrédito. No ano passado, foram disponibilizados mais de R$ 280 milhões em empréstimos subsidiados por meio do Banco do Povo.

Além disso, o governo do estado também criou uma parceria com o Sebrae-SP, para auxiliar MEIs e autônomos a atravessarem a crise que perdurou todo o ano passado.

A ideia é ajudar essas áreas da economia que mais sofreram com os impactos da pandemia. Dentro dessa mesma proposta, também foi anunciado à suspensão dos protestos de dívidas inscritas na dívida ativa pública do Estado por noventa dias a partir da última quarta-feira (03).

Doria afirmou que todas as medidas visam ajudar os empresários, micros e pequenos empresários, ofertando financiamento e negociação das dívidas ativas. Dessa maneira, contemplará 645 municípios paulistas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.