Arthur Lira ganha candidatura à presidência da Câmara; o que muda para os brasileiros?

A eleição para presidência da Câmara dos Deputados aconteceu na noite da segunda-feira (1º). Quem fica no comando da Casa Legislativa pelos próximos dois anos é o deputado federal Arthur Lira (PP-AL), ocupando o lugar de Rodrigo Maia.

Arthur Lira ganha candidatura à presidência da Câmara; o que muda para os brasileiros?
Arthur Lira ganha candidatura à presidência da Câmara; o que muda para os brasileiros? (Imagem: Reprodução/Google)

O pleito contou com oito candidatos, que receberam a seguinte quantidade de votos:

  • Arthur Lira (PP-AL): 302 votos
  • Baleia Rossi (MDB-SP): 145 votos
  • Fábio Ramalho (MDB-MG): 21 votos
  • Luiza Erundina (PSOL-SP): 16 votos
  • Marcel Van Hattem (Novo-RS): 13 votos
  • André Janones (Avante-MG): 3 votos
  • Kim Kataguiri (DEM-SP): 2 votos
  • General Peternelli (PSL-SP): 1 voto
  • Em branco: 2 votos

Não era novidade que a disputa ficaria entre os dois maiores nomes, Lira, o vencedor, e Baleia Rossi. Pela disparidade de votos, não houve necessidade de um segundo turno.

Quem é Arthur Lira?

Arthur Lira foi o nome apoiado pelo atual presidente da República, Jair Bolsonaro, durante todo o pleito.

Com o dobro de votos do segundo colocado, Lira recebeu o apoio de 11 partidos, sendo eles: PP, PL, PSD, Republicanos, Avante, PROS, Patriota, PSC, PTB, PSL e Podemos.

A vitória de Lira vai contra a expectativa da população que torce por um impeachment de Bolsonaro. Uma vez que essa decisão cabe unicamente ao presidente da Câmara que, agora, é aliado do presidente da República.

Ao derrotar os outros candidatos, Lira teve a oportunidade de fazer um discurso, onde mencionou a vacinação contra o novo coronavírus no Brasil e o equilíbrio das contas públicas.

Na ocasião, disse: “Temos que examinar como fortalecer nossa rede de proteção social. Temos que vacinar, vacinar, vacinar o nosso povo. Temos que buscar o equilíbrio das nossas contas públicas.”

Vale destacar que, antes mesmo do pleito, em entrevista ao G1, Lira falou sobre uma possível prorrogação do auxílio emergencial – tema bastante esperado. Porém, não demonstrou muita expectativa.

“Ao longo de 2020, defendemos um novo programa, no qual a base da pirâmide brasileira, que está fora do Cadastro Único, tivesse tratamento diferenciado na pandemia. Não conseguimos avançar. A próxima oportunidade será na votação do Orçamento de 2021. Defendo a criação de um programa novo, respeitando o teto de gastos, dentro do novo Orçamento”, disse.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.