Detran-MT notifica motoristas sobre compra de CNH falsa

O Detran-MT (Departamento Estadual de Trânsito) fez um alerta para os cidadãos a respeito de um golpe que está sendo praticado em todo o país. No golpe é oferecida uma suposta venda de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) através de mensagens de texto e redes sociais.

Detran-MT notifica motoristas sobre compra de CNH falsa
Detran-MT notifica motoristas sobre compra de CNH falsa (Imagem: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

Em Mato Grosso, o Detran se inteirou do golpe por conta de muitas denúncias vindas de autoescolas e da própria Ouvidoria do órgão.

A prática ilegal vem sendo aplicada por quadrilhas especializadas que oferecem a confecção da suposta CNH de uma forma simplificada, e atinge em cheio as pessoas que buscam formas de burlar as fases obrigatórias para obter a carteira de motorista.

Os golpistas prepararam vídeos para mostrar como ficaria a CNH, impressa colorida em papel comum e com um QR Code no verso.

Mas a CNH original é impressa em papel moeda e possui várias camadas de segurança para verificação, incluindo o QR Code para checagem da veracidade junto às autoridades competentes.

O QR Code só pode ser lido por um aplicativo usado pelas autoridades de trânsito, direcionado à página do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Já no caso do QR Code falso impresso na CNH dos golpistas, a leitura é feita pela câmera do celular que direciona para um site fictício criado pela quadrilha que, supostamente, seria da CNH digital.

Porém, o Detran alerta que a versão digital só é válida no aplicativo nacional chamado Carteira Digital de Trânsito.

“O cidadão quando tenta burlar o sistema ele também está incorrendo em crime, e a quadrilha se beneficia disso, porque geralmente não há denúncia. Eles recebem parte do dinheiro e não entregam o documento. Ou seja, o cidadão procura pela facilidade e ainda fica no prejuízo de ficar sem a CNH e sem o dinheiro que pagou”, explicou Alessandro de Andrade, o diretor de Habilitação do Detran-MT.

Ao tentar obter o documento através de caminhos clandestinos, a pessoa deixa de realizar várias etapas obrigatórias. Por exemplo, as aulas e prova teórica, aulas e prova prática, os exames médicos, psicológicos. Estas etapas são fundamentais para a formação de um motorista.

“Nenhuma habilitação é emitida pelo Detran-MT sem o cumprimento de todas as etapas obrigatórias. O Detran preza pela segurança no trânsito e a preservação de vidas. Por isso temos um processo criterioso para a obtenção da CNH. Só é habilitado quem realmente está apto a conduzir nas vias públicas”, finalizou o diretor.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.