Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado

Pontos-chave
  • Os estados podem fazer o plano de vacinação da Covid-19 de forma autônoma;
  • A única recomendação do ministério é que a vacina usada seja aprovada pela Anvisa;
  • O Ministério da Saúde pede que a vacinação seja registrada diariamente no aplicativo Conecte SUS.

Os estados podem fazer o plano de vacinação da Covid-19 de forma autônoma ao Ministério da saúde. Em outras palavras, podem montar seu próprio planejamento sem vínculo direito com governo federal. A única recomendação do ministério é que a vacina usada seja aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado
Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado (Imagem: Evaristo Sá)

Além de possuir o próprio plano de vacinação da Covid-19, os estados, municípios e o Distrito Federal podem fazer a adesão diretamente com os fornecedores das vacinas. O Ministério da Saúde pede que a vacinação seja registrada diariamente no aplicativo Conecte SUS.

Mesmo permitindo que seja realizada a vacinação de forma autônoma, a pasta recomenda que os estados e o Distrito Federal sigam as diretrizes do Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

O Plano de Operacionalização define os grupos prioritários que devem ser vacinados e como deve funcionar a logística. Segundo o documento, o Ministério da Saúde deve repassar as doses para as os estados que irão distribuir para os municípios.

A pasta ainda não informou uma data exata para iniciar a campanha de vacinação. Atualmente, o governo possui três possibilidades, sendo que a primeira seria começar no dia 20 de janeiro, ou seja, na próxima quarta-feira.

Caso não seja possível, as outras hipóteses estudadas pelo Ministério da Saúde são iniciar entre 21 de janeiro e 10 de fevereiro ou, por último, começar após 10 de fevereiro. Diante disso, mesmo que o início da vacinação atrase essa não deve passar do próximo mês.

São Paulo e o plano de vacinação da Covid-19

Até o momento, o único estado que determinou uma data para dar início ao plano de vacinação da Covid-19 é São Paulo. Segundo o governador, João Doria (PSDB), as primeiras doses serão aplicadas no dia 25 de janeiro.

Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado
Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado (Imagem: Reprodução/Google)

O problema é que Doria pretendia vacinar os paulistas com a Coronavac produzida pelo Instituto Butantan, mas, no último sábado (9), o ministério da Saúde informou que comprou todas as doses produzidas pelo instituto e que essa será usada para imunizar todos os brasileiros de forma simultânea.

O ministério também informou que todas as vacinas aprovadas pela Anvisa e que foram adquiridas ou estão em negociação, serão compradas pela pasta e distribuídas para todo o país, sem nenhuma distinção.

Para piorar o cenário, o governo de São Paulo relatou ao Supremo Tribunal Federal que uma empresa que iria fornecer insumos, como agulhas e seringas, ao estado informou que não poderia mais honrar com a demanda, pois o Ministério da Saúde fez o requerimento de todo o estoque.

Diante disso, uma decisão cautelar foi instalada pelo ministro Ricardo Lewandowski e proibiu que a pasta requisitasse os produtos comprados pelo estado de São Paulo. Para defender o estado, Lewandowski esclareceu que nenhuma requisição pode ser feita contra outro ente federativo.

Espírito Santo e o plano de vacinação da Covid-19

Esse comunicado fez com que os estados ficassem preocupados e que tomassem alguma atitude. O governo do Espírito Santo solicitou que o Supremo Tribunal Federal impedisse que o governo pegassem as vacinas compradas pelo estado.

O estado informou que tem o próprio plano de vacinação e que está realizando a compra diretamente com os laboratórios. Além disso, declarou ter comprado 6 milhões de seringas e agulhas para estar preparado para iniciar a campanha.

Bahia e o plano de vacinação da Covid-19

No mês de setembro o governo baiano anunciou a compra de 50 milhões de doses da vacina produzida na Rússia, a Sputnik V. Porém, essa vacina ainda espera a aprovação da Anvisa para poder ser analisada no país.

No final de dezembro, o laboratório União Química fez o pedido para realizar os testes de imunização. Porém, foram identificadas a falta de informação que precisam de esclarecimento. Dessa maneira, o pedido está aguardando os documentos que faltam.

Minas Gerais e o plano de vacinação da Covid-19

O governo de Minas está elaborando uma parceria com a Covaxx, empresa americana que está desenvolvendo um imunizante em potencial. Porém, ainda passará por testes e, portanto, só estará disponível em 2022 e, por isso, não deve ser usada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.