Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado

Pontos-chave
  • Os estados podem fazer o plano de vacinação da Covid-19 de forma autônoma;
  • A única recomendação do ministério é que a vacina usada seja aprovada pela Anvisa;
  • O Ministério da Saúde pede que a vacinação seja registrada diariamente no aplicativo Conecte SUS.

Os estados podem fazer o plano de vacinação da Covid-19 de forma autônoma ao Ministério da saúde. Em outras palavras, podem montar seu próprio planejamento sem vínculo direito com governo federal. A única recomendação do ministério é que a vacina usada seja aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado
Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado (Imagem: Evaristo Sá)

Além de possuir o próprio plano de vacinação da Covid-19, os estados, municípios e o Distrito Federal podem fazer a adesão diretamente com os fornecedores das vacinas. O Ministério da Saúde pede que a vacinação seja registrada diariamente no aplicativo Conecte SUS.

Mesmo permitindo que seja realizada a vacinação de forma autônoma, a pasta recomenda que os estados e o Distrito Federal sigam as diretrizes do Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

O Plano de Operacionalização define os grupos prioritários que devem ser vacinados e como deve funcionar a logística. Segundo o documento, o Ministério da Saúde deve repassar as doses para as os estados que irão distribuir para os municípios.

A pasta ainda não informou uma data exata para iniciar a campanha de vacinação. Atualmente, o governo possui três possibilidades, sendo que a primeira seria começar no dia 20 de janeiro, ou seja, na próxima quarta-feira.

Caso não seja possível, as outras hipóteses estudadas pelo Ministério da Saúde são iniciar entre 21 de janeiro e 10 de fevereiro ou, por último, começar após 10 de fevereiro. Diante disso, mesmo que o início da vacinação atrase essa não deve passar do próximo mês.

São Paulo e o plano de vacinação da Covid-19

Até o momento, o único estado que determinou uma data para dar início ao plano de vacinação da Covid-19 é São Paulo. Segundo o governador, João Doria (PSDB), as primeiras doses serão aplicadas no dia 25 de janeiro.

Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado
Plano de vacinação da Covid-19: Veja QUANDO começa a campanha no seu estado (Imagem: Reprodução/Google)

O problema é que Doria pretendia vacinar os paulistas com a Coronavac produzida pelo Instituto Butantan, mas, no último sábado (9), o ministério da Saúde informou que comprou todas as doses produzidas pelo instituto e que essa será usada para imunizar todos os brasileiros de forma simultânea.

O ministério também informou que todas as vacinas aprovadas pela Anvisa e que foram adquiridas ou estão em negociação, serão compradas pela pasta e distribuídas para todo o país, sem nenhuma distinção.

Para piorar o cenário, o governo de São Paulo relatou ao Supremo Tribunal Federal que uma empresa que iria fornecer insumos, como agulhas e seringas, ao estado informou que não poderia mais honrar com a demanda, pois o Ministério da Saúde fez o requerimento de todo o estoque.

Diante disso, uma decisão cautelar foi instalada pelo ministro Ricardo Lewandowski e proibiu que a pasta requisitasse os produtos comprados pelo estado de São Paulo. Para defender o estado, Lewandowski esclareceu que nenhuma requisição pode ser feita contra outro ente federativo.

Espírito Santo e o plano de vacinação da Covid-19

Esse comunicado fez com que os estados ficassem preocupados e que tomassem alguma atitude. O governo do Espírito Santo solicitou que o Supremo Tribunal Federal impedisse que o governo pegassem as vacinas compradas pelo estado.

O estado informou que tem o próprio plano de vacinação e que está realizando a compra diretamente com os laboratórios. Além disso, declarou ter comprado 6 milhões de seringas e agulhas para estar preparado para iniciar a campanha.

Bahia e o plano de vacinação da Covid-19

No mês de setembro o governo baiano anunciou a compra de 50 milhões de doses da vacina produzida na Rússia, a Sputnik V. Porém, essa vacina ainda espera a aprovação da Anvisa para poder ser analisada no país.

No final de dezembro, o laboratório União Química fez o pedido para realizar os testes de imunização. Porém, foram identificadas a falta de informação que precisam de esclarecimento. Dessa maneira, o pedido está aguardando os documentos que faltam.

Minas Gerais e o plano de vacinação da Covid-19

O governo de Minas está elaborando uma parceria com a Covaxx, empresa americana que está desenvolvendo um imunizante em potencial. Porém, ainda passará por testes e, portanto, só estará disponível em 2022 e, por isso, não deve ser usada.

Glaucia AlvesGlaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.