Valor do plano de saúde muda a partir de janeiro; entenda impactos no seu bolso

A partir de janeiro deste ano, milhões de consumidores terão reajuste no plano de saúde. Por conta da pandemia de covid-19, a Agência Nacional de Saúde (ANS) havia adiado o reajuste anual e por faixa etária em 2020. Dessa forma, os usuários já terão a mudança no boleto deste mês.

Valor do plano de saúde muda a partir de janeiro; entenda impactos no seu bolso
Valor do plano de saúde muda a partir de janeiro; entenda impactos no seu bolso (Imagem: Karolina Grabowska/Pexels)

As alterações acontecerão por conta do reajuste da mensalidade e dos valores que deixaram de ser pagos este ano. A quantia da cobrança retroativa poderá ser paga em 12 parcelas, entre os meses de janeiro e dezembro deste ano.

No ano passado, houve a suspensão no reajuste anual de planos individuais, coletivos por adesão e empresariais — com o limite de 29 usuários. Já no caso da suspensão do reajuste por faixa etária, a decisão havia sido para a quem realizou a mudança em qualquer um dos meses.

Nos últimos quatro meses de 2020, a mensalidade voltou a ter a quantia cobrada antes do reajuste por faixa etária. Para este mês, o valor volta ao normal.

O reajuste dos planos individuais ou familiares está limitado a 8,14%. Esta variação vale para o período de maio de 2020 a abril de 2021. Sendo assim, a mensalidade de janeiro terá a correção com esse limite máximo de reajuste, além da parcela do reajuste que não foi aplicado este ano.

Pagamento dos reajustes suspensos

Quem teve a suspensão dos reajustes de setembro a dezembro no contrato, terá uma recomposição no valor a partir deste mês. O pagamento será em 12 parcelas iguais.

Para os planos individuais, não houve reajuste no ano passado a partir da mensalidade de maio. Sendo assim, a recomposição será de oito meses. O pagamento também poderá ser feito em 12 parcelas.

O número de parcelas a ser quitado poderá ser diferente em caso de negociação com a empresa. Caso o consumidor queira mais informações sobre as mudanças, a pessoa poderá entrar em contato com a operadora.

Caso o beneficiário esteja vinculado ao plano coletivo empresarial ou por adesão, os questionamentos poderão ser direcionados à empresa, associação profissional ou sindicato contratante do plano ou administradora de benefícios.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.