Governo anuncia NOVAS regras para saques do Bolsa Família e auxílio emergencial em 2021

Pontos-chave
  • Segurados têm prazo de saque ampliado no Bolsa Família e auxilio emergencial;
  • Novos benefícios são criados dentro do Bolsa Família;
  • Forma de pagamento é adaptada para plataforma digital da Caixa.

Pagamentos do Bolsa Família e do auxílio emergencial são modificados a partir deste mês. Com a virada do ano, o governo vem anunciando uma série de alterações em seus programas e benefícios. Para quem vai ser contemplado pelo coronavoucher ou pelo BF, há mudanças no que diz respeito ao prazo final de saque. Além disso, os segurados deverão acessar plataformas digitais.

Governo anuncia NOVAS regras para saques do Bolsa Família e auxílio emergencial em 2021 (Imagem: Google)
Governo anuncia NOVAS regras para saques do Bolsa Família e auxílio emergencial em 2021 (Imagem: Google)

O ano será de mudanças nos benefícios sociais brasileiros. Nesta semana, o governo informou que o prazo limite de saque do auxílio emergencial e do Bolsa Família deixará de ser de 90 dias.

Agora, os segurados terão até 270 dias para poderem retirar os benefícios, sem que haja a suspensão de suas contas.

Segundo o ministério da cidadania, a ação foi justificada sob os reflexos do novo coronavírus. O governo argumentou que há quem deseje manter os recursos em conta como uma espécie de poupança para driblar a crise.

Porém, analistas afirmam que se trata de um interesse politico em garantir o prolongamento dos projetos.

A gestão pública afirmou ainda que diante da permanência do novo coronavírus, a extensão do prazo de saque deverá resultar em um menor número de aglomerações nas agências da Caixa, fazendo então com que o risco de contaminação nacional seja minimizado.

Novos benefícios dentro do Bolsa Família

Especificamente para os contemplados do Bolsa Família, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a criação de alguns benefícios.

Após informar seu interesse em aumentar o salário base do programa para R$ 200, o gestor divulgou também que estará criando auxílios extras para esse grupo, sendo eles:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os alunos com os melhores desempenhos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para estudantes que se destacaram em ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que obtiverem os melhores desempenhos em atividades desportivas;
  • Auxílio-creche no valor de R$ 200 para as mães inscritas no Bolsa Família

“O programa [novo Bolsa Família] já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente, só falta o ok, e isso não tem a ver com a grana, até porque temos previsto para o ano que vem 34,8 bilhões de reais”, explicou o presidente.

Calendário do Bolsa Família é liberado

Há ainda novidades quanto ao calendário de pagamentos. Normalmente a gestão divulga as datas de todo de uma única vez. Porém, até o momento foi liberado apenas o cronograma do mês de janeiro, sem previsão nas demais rodadas. Confira:

  • Número Final 1: pagamento dia 18 de janeiro;
  • Número Final 2: pagamento dia 19 de janeiro;
  • Número Final 3: pagamento dia 20 de janeiro;
  • Número Final 4: pagamento dia 21 de janeiro;
  • Número Final 5: pagamento dia 22 de janeiro;
  • Número Final 6: pagamento dia 25 de janeiro;
  • Número final 7: pagamento dia 26 de janeiro;
  • Número final 8: pagamento dia 27 de janeiro;
  • Final 9: pagamento dia 28 de janeiro;
  • Enfim, número final 0: pagamento dia 29 de janeiro.

Pagamentos por meio do Caixa Tem

Por fim, a última alteração informada é que os segurados do Bolsa Família agora recebem por meio do Caixa Tem. A medida já está sendo aplicada desde o mês de dezembro e vem sendo dividida por grupos a partir do número final do NIS.

Primeiramente os contemplados pelo Caixa Tem foram aqueles cujo o NIS acabou em 9 e 0. Já agora em janeiro será a vez daqueles encerrados em 6, 7 e 8. Na sequência, os demais cadastrados, confira:

  • Dezembro: beneficiários com NIS finais 0 e 9
  • Janeiro: beneficiários com NIS finais 6, 7 e 8
  • Fevereiro: beneficiários com NIS finais 3, 4 e 5
  • Março: beneficiários com NIS finais 1 e 2, e GPTE (Grupos Populacionais Tradicionais Específicos, que incluem indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Por meio da ferramenta será possível fazer saques, transferências, compras no cartão de débito virtual e mais. Para acompanhar novas informações sobre o Bolsa Família fique de olho em nosso portal.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.