Pague 13° salário dos seus funcionários e mantenha capital seguindo ESTAS dicas

Com a pandemia as empresas estão passando por uma crise nunca vista, porém, com o retorno gradual das atividades econômicas e de outros setores, a situação tem amenizado. Com isso, as mesmas estão tendo dificuldade em pagar o 13° salário aos funcionários e ainda ficar com capital de giro.

Pague 13° salário dos seus funcionários e mantenha capital seguindo ESTAS dicas
Pague 13° salário dos seus funcionários e mantenha capital seguindo ESTAS dicas (Imagem: Reprodução/SENAC)

As pequenas e médias empresas foram as que mais sofreram os impactos da pandemia, já que não possuem a mesma infraestrutura das empresas de grande porte. Além disso, não possuem o mesmo acesso de crédito.

A maioria das linhas de crédito oferecidas no mercado possuem altas taxas de juros e prazos curtos para a quitação da dívida. Por esse motivo, os pequenos e médios negócios se sentem desestimulados a contratar algum empréstimo.

Diante desse cenário, essas empresas estão enfrentando dificuldades para o retorno das atividades. Para piorar a situação, com o fim do ano os empregadores precisam pagar o 13° aos seus funcionários e ainda permanecer com um capital de giro.

Segundo o Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo (Simpi), 6 em cada 10 empresas terão dificuldade de pagar o 13º aos seus funcionários. Mesmo assim, as empresas relutam em contratar algum empréstimo para bancar esses pagamentos.

Contratar um empréstimo só é válido se as parcelas couberem no orçamento da empresa sem afetar as demais despesas. Por isso, a dica é procurar por empréstimos oferecidos por bancos digitais.

As Fintechs oferecem empréstimos de forma rápida, sem burocracia e totalmente online. Além disso, muitas oferecem carência de pagamento. Dessa maneira, o empregador pode usar esse valor para pagar as dívidas e o 13º de seus funcionários.

É importante lembrar que se a empresa atrasar o pagamento a mesma pode ser multada pelo Ministério do Trabalho em R$ 170,25 por trabalhador. Além disso, caso o atraso trate de uma reincidência o valor da multa pode ser dobrada.

Dessa maneira, o empréstimo pode sair mais barato do que pagar as multas. Além disso, pagar seus funcionários em dia fará com que eles trabalhem com mais alegria evitando assim possíveis problemas judiciais.

Por isso, tente se organizar para finalizar o ano com as contas em azul, mesmo que seja necessário recorrer a empréstimos. Mas antes faça as contas para não adquirir uma dívida maior.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA