SiSU 2021: TUDO o que já se sabe sobre as seletivas do próximo ano

Pontos-chave
  • Por meio do SiSU 2021 será possível ingressar no ensino de nível superior em instituições públicas;
  • O SiSU 2021 deve estar disponível aos estudantes no mês de abril;
  • A consulta de vagas, inscrição e seleção acontece totalmente virtualmente.
  • A nota de corte nada mais é do que a pontuação mínima que um candidato deve apresentar

Por meio do SiSU 2021 será possível ingressar no ensino de nível superior em instituições públicas que aderirem a essa forma de ingresso. Muitas universidades já aderiram ao Sistema de Seleção Unificada, seja de forma complementar (juntamente com o vestibular), ou como única forma de ingresso.

SiSU 2021: TUDO o que já se sabe sobre as seletivas do próximo ano
SiSU 2021: TUDO o que já se sabe sobre as seletivas do próximo ano (Imagem/Reprodução: Google)

Acontece que, para o próximo ano, o SiSU 2021 deve ser a única forma de ingresso, no primeiro semestre letivo, a fazer uso da nota do Enem 2020. Pois o Fies 2021 usará a nota de versões anteriores do Exame, e o Prouni a nota de 2019.

SiSU 2021

Diferente do Fies e Prouni que terão inscrições em janeiro, o SiSU 2021 deve estar disponível aos estudantes no mês de abril, após a nota do Enem 2020 (prevista para março) ser divulgada.

O edital do programa deve ser divulgado também após a divulgação das notas, até porque as instituições têm que aderir ao programa para disponibilizar vagas.

Algumas universidades já demonstraram que não irão disponibilizar vagas pelo sistema, como a Unicamp, a UFSC e a UFMS.

Quem terá direito a ingresso pelo SiSU 2021?

De modo geral, para participar do SiSU, o candidato precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem.

Além disso, é necessário não ter zerado a redação do exame. Fora isso, todos podem se inscrever, até mesmo quem já possui nível superior (diferente do Prouni, por exemplo).

Como funcionará o sistema do SiSU 2021?

Maiores informações sobre o SiSU 2021 ainda não foram divulgadas, no entanto, o sistema deve ser o mesmo dos anos anteriores, salvo pela data de realização que geralmente é anterior a abril.

SiSU 2021: TUDO o que já se sabe sobre as seletivas do próximo ano (Imagem/Reprodução: Google)
SiSU 2021: TUDO o que já se sabe sobre as seletivas do próximo ano (Imagem/Reprodução: Google)

O Sistema de Seleção Unificada funciona, geralmente, da seguinte forma:

  1. As inscrições costumam ficar disponíveis por no máximo uma semana, sendo que já na segunda-feira seguinte o resultado é divulgado.
  2. A consulta de vagas, inscrição e seleção acontece totalmente virtualmente.
  3.  A inscrição é feita com o uso do número de inscrição do Enem mais recente.
  4. Na inscrição, o estudante seleciona duas opções de curso (que podem ser de áreas diferentes, instituições diferentes).
  5. Existe a possibilidade de modificar os cursos enquanto as inscrições estão abertas.
  6. A disputa de vagas é feita de acordo com a nota de corte do curso naquela instituição, assim os candidatos concorrem apenas com determinado grupo.
  7. Após a divulgação do resultado, tem início o prazo de matrícula, que acontece diretamente na instituição de ensino.
  8. Após o prazo de matricula, a lista de espera é aberta.

Lembrando que, sempre que um candidato não se apresenta à Universidade dentro do prazo para se matricular, ele perde a vaga, que acaba voltando para o sistema e destinada aos inscritos na lista de espera.

Como funciona a nota de corte do SiSU?

A nota de corte nada mais é do que a pontuação mínima que um candidato deve apresentar para estar dentro do processo de seleção. Ela não assegura que o candidato será selecionado.

Essa nota varia de instituição para instituição e de curso para curso. Assim, um mesmo curso pode apresentar notas de corte diferentes em duas universidades distintas.

No SiSU, há dois momentos de nota de corte, são eles:

  • Nota de corte parcial: É aquela que é calculada sempre ao final do dia, enquanto as inscrições estiverem abertas. Ela leva em consideração o “nível” dos candidatos que estão se inscrevendo naquele curso.
  • Nota de corte final: É a última nota de corte, calculada quando as inscrições são encerradas e não haverá mais oscilação entre o nível dos inscritos. Essa é de fato a nota considerada pelo Sistema e que acaba sendo o critério de seleção.

É por meio da observação da nota de corte do ano anterior que os candidatos acabam se preparando para participarem do Enem.

Pois, os números dão uma noção do mínimo que eles precisam atingir para conseguir ingressar no curso desejado.

Fique de olho na editoria de Carreiras do FDR e tenha acesso a mais informações sobre educação.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

SiSU 2021: TUDO o que já se sabe sobre as seletivas do próximo ano

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA