Receita Federal inclui 198 MIL contribuintes na restituição do IRPF 2020; consulte

A Receita Federal abriu hoje (23), as consultas ao lote residual do Imposto de Renda de novembro de 2020. Este novo lote residual vai pagar R$399 milhões a cerca de 198 mil contribuintes. O dinheiro das restituições estará disponível a partir do dia 30.

Receita Federal inclui 198 MIL contribuintes na restituição do IRPF 2020; consulte
Receita Federal inclui 198 MIL contribuintes na restituição do IRPF 2020; consulte (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Para consultar se o nome está incluso neste lote residual, o contribuinte deverá acessar o site da Receita através da internet ou ligar para o telefone 146.

Pela internet é possível consultar também se existem inconsistências na declaração e corrigi-las através do portal e-CAC, indo no menu Meu Imposto de Renda.

Caso o contribuinte tenha a restituição liberada mas não receber o valor, ele deve ligar para a Central de atendimento no número 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial destinado para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Consultas ao IR

  • Quando consultar se está incluído neste lote, o contribuinte saberá se:
  • foi contemplado e que vai ter os valores liberados na semana que vem
  • ou que sua declaração está na “fila de restituição”, que significa que está tudo certo e que a liberação acontecerá nos próximos meses
  • ou que está “em processamento”, ou na “fila de espera” do órgão. Nestes casos pode ser que tenha ocorrido alguma inconsistência de informações, e o contribuinte pode revisá-la para ter certeza, mas isso é uma possibilidade.

Porque não recebi a restituição do IRPF?

Para saber o porquê não recebeu a sua restituição, é necessário acessar o e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) através de um código de acesso que pode ser conseguido pelo próprio site da Receita Federal.

Após isso, vá na aba “Declarações e Demonstrativos” e em seguida “Extrato do Processamento da DIRPF”.

Selecione o ano em questão e clique na opção “Extrato” que fica na aba “Serviços”. Você verá uma seção chamada “Pendências”, que terá um link para acesso onde você vai saber o motivo pelo qual a sua restituição não foi entregue.

Para solucionar as pendências, será preciso enviar uma declaração retificadora. Importante dizer que é preciso ter em mãos o número do recibo da declaração original para fazer este procedimento.

Se estiver tudo certo com a declaração e mesmo assim não receber a restituição, é possível comparecer até uma unidade da Receita Federal e mostrar todos os documentos e comprovantes do que foi declarado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.