Veja regras do Detran-SP para autorizar prova teórica na emissão da CNH

Com a intenção de oferecer opções para os cidadãos na realização da prova teórica para a primeira habilitação, o Detran-SP autorizou que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) passem aplicar os exames.

Veja regras do Detran-SP para autorizar prova teórica na emissão da CNH
Veja regras do Detran-SP para autorizar prova teórica na emissão da CNH (Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)
publicidade

Antes, a prova só era realizada de forma exclusiva nas Unidades do Detran. Essa medida já credenciou cerca de 400 CFCs no Estado para prestar o serviço, e a expectativa é que esse número atinja 1 mil centros.

De acordo com o  Diretor de Habilitação do Detran-SP, Raul Vicentini disse que “Muitos alunos tinham dificuldades em se deslocar até a Unidade do Detran para fazer a prova, agora, ele tem a opção de fazer no próprio CFC onde estudou, o que é com certeza um benefício significativo”

Essa medida será regulamentada pela Portaria do Detran, em agosto do ano passado, no qual foram incluídos todos os requisitos necessários para que o CFC tenha autorização para aplicar o teste.

O Detran informou que mais de 760 provas foram aplicadas desde o final de outubro, quando os primeiros CFCs iniciaram a prestação do serviço.

As perguntas que serão respondidas são elaboradas pelo Detran, que também faz a fiscalização de todas as etapas para que assim possa garantir o cumprimento das exigências que foram determinadas.

De acordo com os critérios que foram determinados pelo Plano São Paulo, os CFCs vão poder funcionar com 50% de sua capacidade.

Quais os serviços oferecidos pelo Detran?

Por conta da pandemia, o Detran passou a oferecer mais serviços online, são cerca de 20 serviços, mais cinco incluídos agora. Confira quais são:

  • Consulta Habilitação/Restrição (Consulta dados da habilitação, QRCode para a CNH digital, Consulta restrições da Habilitação, Consulta de pontuação da habilitação e Emissão de nada conta da habilitação);
  • Autorização de estacionamento para idoso (emissão);
  • Cadastro de endereço de CNH/Permissão (Quem não coletou biometria é necessária identificação pessoal para o primeiro acesso a este serviço); Autoindentificação de condutor infrator (Quem não coletou biometria é necessária identificação pessoal para o primeiro acesso a este serviço);
  • Vincular/Desvincular veículo ao cadastro do proprietário (permitir o acesso aos dados do(s) veículo(s));
  • Solicitação de 2ª via CRLV;
  • Solicitação de 2ª via CRV;
  • Transformar notificação de autuação em penalidade;
  • Consultar financiamentos;
  • Alteração de endereço de veículo (Quem não coletou biometria será necessária identificação pessoal para o primeiro acesso a este serviço);
  • Consultar débitos e restrições;
  • Conversão de autuação em advertência;
  • Conversão de autuação em penalidade;
  • Emissão de CRLV-e;
  • Emissão de 2º via de CRV (DUT);
  • Mudança de placa modelo Mercosul;
  • Recolocação de placa.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.