Fies 2020: Mudança de curso e renovação do financiamento terminam este mês

Em portaria publicada na última terça-feira (3), no Diário Oficial da União (DOU), o prazo para renovação de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), relacionado ao segundo semestre de 2020, foi prorrogado até o dia 30 de novembro. Aliás, o prazo para transferência de curso ou instituição também foi renovado para o mesmo período.

Fies 2020: Mudança de curso e renovação do financiamento terminam este mês
Fies 2020: Mudança de curso e renovação do financiamento terminam este mês (Imagem: Reprodução Google)

Desse modo, os estudantes poderão realizar os pedidos, até este mês, no próprio site oficial do sistema Fies, ligado ao portal do governo. 

O que é Fies?

O programa de financiamento estudantil (Fies) foi instituído a partir da Lei nº 10.260 em 2001, com a finalidade de auxiliar estudantes a ingressarem em cursos de ensino superior em instituições de ensino privadas, por meio de financiamento.

Dessa forma, o programa oferece a possibilidade, aos estudantes, de financiarem um curso de graduação com juros que podem chegar a juros zeros.

Neste ano, aliás, foi implementado um novo modelo de financiamento. Em que o juros varia conforme escala, de acordo com renda familiar do candidato. 

Processos seletivos 

O último processo seletivo em aberto, para o Fies, foi o de bolsas remanescentes. Houve um problema no período de inscrições, o que ocasionou em reabertura do processo seletivo, com mais de 50 mil bolsas sendo ofertadas

Ademais, as vagas remanescentes são aquelas que não foram preenchidas nos outros processos seletivos existentes. Sendo assim, há diversos motivos para que isso aconteça, como desistência de candidatos ou falta de documentação, por exemplo. 

A quantidade de vagas remanescentes, neste ano, superou, inclusive, a quantidade de vagas ofertadas. Que aliás, no segundo semestre, foram 30 mil.

Inadimplência no Fies

Conforme apontado pelo Portal G1, em fevereiro desse ano, a taxa de inadimplência cresceu durante o ano de 2019. No mês de abril, aliás, foram 567 mil contratos atrasados com cerca de 90 dias. No final do mesmo ano, o número já ultrapassava 700 mil.

Sendo assim, esse número representava cerca de 47% do total de 1,5 milhão de contratos.  Que estavam, desse modo, na fase chamada de “amortização”, período em que os estudantes já concluíram o curso, mas precisam quitar as parcelas. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.