Auxílio emergencial: Como vai funcionar o pagamento para 95 mil novos aprovados?

Pontos-chave
  • O governo anunciou mais uma lista de aprovados para o auxílio emergencial;
  • São 95 mil novos beneficiários que passaram por reavaliações no mês de outubro;
  • A primeira parcela paga aos novos aprovados serão de acordo com o Ciclo 4.

O governo anunciou mais uma lista de aprovados para o auxílio emergencial. Segundo a informação são mais 95 mil novos beneficiários que passaram por reavaliações no mês de outubro.

Auxílio emergencial: Como vai funcionar o pagamento para 95 mil novos aprovados?
Auxílio emergencial: Como vai funcionar o pagamento para 95 mil novos aprovados? (Imagem: Reprodução/Google)

O Ministério da Cidadania divulgou o calendário de pagamentos do novo grupo, sendo que eles terão direito as cinco parcelas de R$ 600.

A primeira parcela paga aos novos aprovados serão de acordo com o Ciclo 4, tendo o depósito na conta Poupança Social Digital a partir desta sexta-feira (30).

A segunda parcela será conforme o Ciclo 5, ou seja, entre os dias 22 de novembro e 12 de dezembro. As últimas parcelas serão depositadas conforme o Ciclo 6, entre os dias 19 de dezembro e 27 de janeiro do próximo ano.

Com o novo grupo o Governo Federal terá um aumento nos gastos com o benefício de mais de R$ 230 bilhões, contemplando 67,7 milhões de pessoas. Veja abaixo os calendários de pagamentos:

CICLO 4

CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS

Quantidade de Beneficiários – Crédito em Poupança Social Digital

30/OUT

(SEX)

8 mil

Nascidos

Janeiro

04/NOV

(QUA)

7 mil

Nascidos

Fevereiro

05/NOV

(QUI)

8 mil

Nascidos

Março

06/NOV

(SEX)

8 mil

Nascidos

Abril

08/NOV

(DOM)

8 mil

Nascidos

Maio

11/NOV

(QUA)

8 mil

Nascidos

Junho

12/NOV

(QUI)

8 mil

Nascidos

Julho

13/NOV

(SEX)

9 mil

Nascidos

Agosto

15/NOV

(DOM)

8 mil

Nascidos

Setembro

16/NOV

(SEG)

8 mil

Nascidos

Outubro

18/NOV

(QUA)

7 mil

Nascidos

Novembro

20/NOV

(SEX)

8 mil

Nascidos

Dezembro

 

CICLO 4

CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS

Quantidade de Beneficiários – Saque em Dinheiro

07/NOV

(SÁB)

15 mil

Nascidos

Jan/Fev

14/NOV

(SÁB)

8 mil

Nascidos

Março

21/NOV

(SÁB)

16 mil

Nascidos

Abr/Mai

24/NOV

(TER)

8 mil

Nascidos

Junho

26/NOV

(QUI)

8 mil

Nascidos

Julho

28/NOV

(SÁB)

17 mil

Nascidos

Ago/Set

01/DEZ

(TER)

8 mil

Nascidos

Outubro

05/DEZ

(SÁB)

15 mil

Nascidos

Nov/Dez

 

CICLO 5

CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS

Quantidade de Beneficiários – Crédito em Poupança Social Digital

22/NOV

(DOM)

8 mil

Nascidos

Janeiro

23/NOV

(SEG)

7 mil

Nascidos

Fevereiro

25/NOV

(QUA)

8 mil

Nascidos

Março

27/NOV

(SEX)

8 mil

Nascidos

Abril

29/NOV

(DOM)

8 mil

Nascidos

Maio

30/NOV

(SEG)

8 mil

Nascidos

Junho

02/DEZ

(QUA)

8 mil

Nascidos

Julho

04/DEZ

(SEX)

9 mil

Nascidos

Agosto

06/DEZ

(DOM)

8 mil

Nascidos

Setembro

09/DEZ

(QUA)

8 mil

Nascidos

Outubro

11/DEZ

(SEX)

7 mil

Nascidos

Novembro

12/DEZ

(SÁB)

8 mil

Nascidos

Dezembro

 

CICLO 6

CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS

Quantidade de Beneficiários – Crédito em Poupança Social Digital

13/DEZ

(DOM)

16 mil

Nascidos

Jan/Fev

14/DEZ

(SEG)

8 mil

Nascidos

Março

16/DEZ

(QUA)

8 mil

Nascidos

Abril

17/DEZ

(QUI)

8 mil

Nascidos

Maio

18/DEZ

(SEX)

8 mil

Nascidos

Junho

20/DEZ

(DOM)

16 mil

Nascidos

Jul/Ago

21/DEZ

(SEG)

8 mil

Nascidos

Setembro

23/DEZ

(QUA)

8 mil

Nascidos

Outubro

28/DEZ

(SEG)

7 mil

Nascidos

Novembro

29/DEZ

(TER)

8 mil

Nascidos

Dezembro

21/DEZ

(SEG)

8 mil

Nascidos

Setembro

 

CICLOS 5 e 6

CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS

Quantidade de Beneficiários – Saque em Dinheiro

19/DEZ

(SÁB)

15 mil

Nascidos

Jan/Fev

04/JAN 21

(SEG)

8 mil

Nascidos

Março

06/JAN 21

(QUA)

8 mil

Nascidos

Abril

11/JAN 21

(SEG)

8 mil

Nascidos

Maio

13/JAN 21

(QUA)

8 mil

Nascidos

Junho

15/JAN 21

(SEX)

8 mil

Nascidos

Julho

18/JAN 21

(SEG)

9 mil

Nascidos

Agosto

20/JAN 21

(QUA)

8 mil

Nascidos

Setembro

22/JAN 21

(SEX)

8 mil

Nascidos

Outubro

25/JAN 21

(SEG)

7 mil

Nascidos

Novembro

27/JAN 21

(QUA)

8 mil

Nascidos

Dezembro

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial foi uma das medidas adotadas pelo Governo do atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido) para ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade a enfrentar a pandemia de Covid-19, e seus impactos na economia.

Auxílio emergencial: Como vai funcionar o pagamento para 95 mil novos aprovados?
Auxílio emergencial: Como vai funcionar o pagamento para 95 mil novos aprovados? (Imagem: Reprodução/Google)

Com isso, em março, no início das restrições sociais, foi anunciado o benefício de R$ 600 por três meses, a partir do mês de abril.

O auxílio é destinado aos beneficiários do Bolsa Família, trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados.

Com o avanço da doença, no mês de maio os pagamentos foram prorrogados para mais duas parcelas. Porém, no dia 1º de setembro, após muitas discussões, Bolsonaro anunciou mais uma prorrogação de quatro parcelas com o valor reduzido para R$ 300.

Para receber é preciso ter mais de 18 anos ou ser mãe adolescente, não possuir nenhum emprego formal, não ser beneficiário do INSS e possuir uma renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Novas parcelas de R$ 300

Nem todos os beneficiários terão acesso às nove parcelas do auxílio emergencial, já que os depósitos na conta Poupança Social Digital só poderão ser feito até 31 de dezembro. Veja abaixo as situações:

  • 4 parcelas de R$ 300: quem recebeu a primeira parcela de R$600 em abril.
  • 3 parcelas de R$ 300: quem recebeu a primeira parcela de R$600 em maio;
  • 2 parcelas de R$ 300: quem recebeu a primeira parcela de R$600 em junho;
  • 1 parcela de R$ 300: quem recebeu a primeira parcela de R$600 em julho.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.