Fim das aulas presenciais? CNE prorroga ensino remoto até dezembro de 2021

O Conselho Nacional de Educação (CNE) permitiu, em resolução aprovada na última terça-feira (06), o ensino remoto até o fim de 2021. A resolução foi elaborada pela nova presidente do Conselho Nacional de Educação, Maria Helena Guimarães.

Fim das aulas presenciais? CNE prorroga ensino remoto até dezembro de 2021
Fim das aulas presenciais? CNE prorroga ensino remoto até dezembro de 2021(Imagem: Reprodução Google)

Além de permitir o ensino remoto até 2021, a resolução também permite a reorganização dos calendários e recomenda avaliações não tão rígidas, devido ao contexto de pandemia e a dificuldade de garantir o ensino à distância.

Essas recomendações são direcionadas para as instituições educacionais públicas e particulares de todo o Brasil. O ensino remoto pode continuar até o dia 31 de dezembro de 2021, desde que haja a necessidade.

As universidades públicas e particulares também estão liberadas para aderirem ao ensino remoto até o final de 2021, substituindo assim, o ensino presencial pelo ensino na modalidade à distância.

Com a resolução, o prazo que permitia o ensino remoto até o meio do ano de 2021 foi prorrogado. Dessa maneira, as instituições podem adotar o ensino remoto como uma forma de garantir o ano letivo para todos os estudantes.

Outra proposta apresentada na resolução é a integração dos anos letivos 2020 e 2021, sendo assim, as instituições devem adotar um currículo contínuo. Para isso, as escolas devem selecionar os conteúdos essenciais, de acordo com Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

As escolas devem realizar uma avaliação diagnóstica dos alunos, para poder definir as estratégias usadas para a recuperação da aprendizagem. Isso também será aplicado, caso as aulas permaneçam de forma online.

A presidente da CNE também sugeriu que os estudantes do 3º ano do ensino médio frequentem a escola um ano a mais, com o intuito de recuperar a aprendizagem perdida durante esse período.

De acordo com a Lei nº 14.040/2020, o CNE é o órgão responsável por definir as normas educacionais que devem ser vivenciadas durante o período de pandemia de Covid-19 e deve ser seguida pelas instituições de ensino.

Maria Helena Guimarães de Castro foi eleita ontem, terça-feira (06), como a nova presidente do CNE e é a autora da resolução que foi aprovada no mesmo dia. A posse do cargo foi assumida nesta quarta-feira (07).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA