Governo de Minas Gerais divulga protocolo sanitário para volta das aulas no estado

Na última terça-feira (29) o governo do estado de Minas Gerais divulgou as regras para a volta às aulas, tendo como medidas de proteção a desinfecção dos ambientes e o distanciamento mínimo entre os estudantes.

Governo de Minas Gerais divulga protocolo sanitário para volta das aulas no estado
Governo de Minas Gerais divulga protocolo sanitário para volta das aulas no estado (Imagem: Reprodução/Google)

O protocolo sanitário do estado de Minas Gerais para que o volta às aulas aconteça de forma segura dentro das instituições escolares e universidades foi divulgada ontem (29), e faz parte do programa Minas Consciente.

As universidades já estão autorizadas para o retorno das aulas presenciais nesta semana, porém a educação básica tem previsão para o retorno no dia 05 de outubro, caso a diminuição de casos no estado permaneça.

Segundo o secretário de Estado de Saúde do estado, Carlos Eduardo Amaral, entre as medidas que devem ser tomadas, é possível destacar o distanciamento de 10 metros quadrados por pessoa dentro das instituições de ensino superior que estão situadas nas cidades que fazem parte da onda amarela do Minas Consciente.

Nas escolas que fazem parte de cidades em situação de onda verde no plano de flexibilização, o distanciamento é menor, sendo 6 metros a cada pessoa. Após o retorno das aulas, caso a cidade permaneça na mesma onda por 28 dias, o distanciamento diminuirá para quatro metros quadrados por pessoa.

“Nós entendemos que este protocolo está muito abrangente. Naturalmente, pode ser revisto a qualquer momento, pode ser questionado. Mas parece ser muito adequado no sentido de orientar o retorno o mais seguro possível”, afirmou o secretário.

Além do distanciamento, o protocolo prevê regras para a desinfecção do ambiente, higienização e preparo de alimentos, orientações específicas para trabalhadores, pais, responsáveis e alunos e gestores.

De acordo com o protocolo, a gestão deve manter um diálogo com a rede de saúde e, em caso de surto da doença no ambiente escolar, deve seguir as orientações passadas no documento. “Toda a comunidade escolar deve estar ciente de benefícios e riscos de estratégia de aprendizagem, virtual, híbrida e presencial”, disse Amaral.

A permissão para a volta às aulas presenciais nas universidades foi anunciada no dia 23 de setembro, porém, o retorno só é possível nas cidades situadas na onda amarela do programa estadual de flexibilização, o Minas Consciente. Para as escolas é necessário está situada em uma cidade que esteja na onda verde.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA