5 Golpes que cresceram durante a pandemia e como você pode evitá-los

Neste momento de pandemia, os criminosos aproveitam o tempo que as pessoas passam online e o aumento das transações digitais, para aplicar golpes. Veja aqui os cinco principais e como podem ser evitados.

5 Golpes que cresceram durante a pandemia e como você pode evitá-los
5 Golpes que cresceram durante a pandemia e como você pode evitá-los (Foto: Google)

1- Falso funcionário do banco

O criminoso entra em contato com a vítima e se passa por funcionários do banco ou empresa que o cliente tem conta ativa. 

Ele informa que a conta do cliente está com irregularidades ou que os dados cadastrados não estão corretos. 

Depois disso, solicita dados pessoais e financeiros. Com esses dados são feitas transações com o nome do cliente.

Para evitar, o consumidor deve ficar atento a origem das ligações e das mensagens que recebe, caso solicitem seus dados.  

Vale lembrar que os bancos não realizam esse tipo de ligação para pedir senha, número de cartão nem para realizar pagamento ou transferências.

2- Golpes do falso motoboy

O golpe se inicia em uma ligação, no qual o criminoso se passa por um funcionário do banco, diz que o cartão do cliente foi clonado e que é preciso bloqueá-lo.

O golpista orienta o cliente a cortar o cartão no meio e pedir um novo pelo atendimento eletrônico.

Ele pede que o cliente digite a senha no telefone e diz que vai enviar um motoboy para buscar o cartão para que possa ser realizada a perícia. 

Mesmo com o cartão cortado, se o chip permanecer intacto, é possível realizar transações com ele.

Para evitar, o cliente precisa saber que os bancos não pedem o cartão, nem enviam ninguém para fazer retirada. O cliente pode desligar o telefone e ligar de um outro aparelho para o banco.

3- Falso Leilão

É enviado um link que simula um falso leilão para a vítima. Caso ele queira dar um lance, é necessário preencher um formulário com seus dados pessoais e financeiros ou depositar um dinheiro na conta do fraudador.

Para evitar, nunca deve se enviar seus dados pessoais, senhas e acessos a ninguém. Além disso, verifique sempre os links que recebe antes de clicar neles.

4- Golpes do Delivery

O cliente faz um pedido por delivery, o entregador apresenta uma maquininha com o visor danificado ou que impossibilite o cliente de ver o preço cobrado. Somente depois o cliente sabe que o valor cobrado foi absurdo.

Para evitar é preciso verificar o preço cobrado no visor, dar preferência para fazer pagamento pelo aplicativo e não na entrega.

5- Extravio de Cartão 

No momento da entrega do cartão, os fraudadores roubam a correspondência com o cartão. 

Depois ligam para a vítima se passando por funcionário do banco, falando que houve problemas com a entrega do cartão. Para resolver, eles pedem a senha do cartão e com isso fazer transações.

Não envie dados senha de acesso a ninguém. É preciso ficar atento ao preencher formulários com dados pessoais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA