O presidente da república do Brasil, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), divulgou nesta terça-feira (15) em suas redes sociais, um vídeo no qual proíbe o Renda Brasil e afirma que o Bolsa Família continuará até 2022.

publicidade
Urgente! Bolsonaro NEGA criação do Renda Brasil e confirma prorrogação do Bolsa Família
Urgente! Bolsonaro NEGA criação do Renda Brasil e confirma prorrogação do Bolsa Família (Imagem: Montagem/FDR)
publicidade

O presidente Bolsonaro desautorizou a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, após notícias de que o Ministério da Economia estava estudando congelar aposentadorias e cortar benefícios sociais de idosos e deficientes pobres para financiar o Renda Brasil.

Bolsonaro negou essas informações e ainda proibiu a discussão sobre o novo programa que irá substituir o Bolsa Família, criado durante a gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final.”, afirmou o presidente em vídeo.

Jair Bolsonaro já criticou outras propostas defendidas por Guedes para abrir espaço no Orçamento e garantir o pagamento do novo programa social, dizendo que não tiraria dinheiro dos pobres para dar aos paupérrimos.

O secretário Especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que a equipe estava estudando desvincular benefícios previdenciários do salário mínimo, como aposentadorias e pensões. A ideia é congelar o salário de todas as aposentadorias durante dois anos.

Renda Brasil

A proposta do novo programa social do governo Bolsonaro tem a intenção de substituir o Bolsa Família criado em 2003 durante a gestão petista. O objetivo é unificar o Bolsa Família, abono salarial, seguro-defeso e salário família.

A proposta é pagar aos beneficiários um valor entre R$ 200 a R$ 280 por mês. O Renda Brasil seria divido em quatro subprogramas. São eles:

  • Primeira Infância: benefício para as mães de bebês a partir de seis meses ou de crianças com até três anos, para que possam matricular os seus filhos em creches particulares;
  • Renda Cidadã: irá substituir o Bolsa Família e será acrescentado o abono salarial, seguro-defeso e o salário-família;
  • Incentivo ao Mérito: os melhores alunos e atletas recebem premiações em dinheiro pelos bons resultados;
  • Emancipação Cidadã: serão ofertados cursos de capacitação para que os beneficiários aprendam um ofício e recebam um reforço de português e matemática.

Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.