Aporte de R$1,6 bilhão é recebido pela NEON

Fintech especializada em abertura e movimentação de contas-correntes digitais, emissão de cartões de débito, crédito e pré-pago, a Neon Pagamentos recebeu um investimento de cerca de R$1,6 bilhão de reais. O investimento foi liderado pela General Atlantic, além da Vulcan Capital, Endeavor Catalyst e da PayPal Ventures. O valor foi pago em dólar, correspondendo $300 milhões.

a Neon Pagamentos realizou a captação de cerca de R$1,6 bilhão de reais, fazendo frente a concorrência
Neon realizou a captação de cerca de R$1,6 bilhão de reais, fazendo frente a concorrência (Imagem: Google)
publicidade

Essa é quinta captação da Neon, desde sua fundação em 2016. Os novos recursos serão pagos em dois momentos: metade agora e o restante ao longo dos próximos meses.

A fintech promete atuar em diferentes frentes como: lançamento de novos produtos, novas aquisições, aumento da oferta de créditos aos clientes e contratação de novos talentos.

Crescimento

O número de clientes do banco triplicou de 2019 pra cá, somando 9,5 milhões. Após a compra do MEI Fácil, a Neon irá lançar soluções financeiras focadas dos microempreendedores individuais, aumentando sua lista de clientes e também sua monetização. “Queremos oferecer a jornada completa para o MEI.

Iremos ampliar nossa oferta de serviços para auxiliá-los em todas as esferas de seu negócio”, disse Daniel Mazini, executivo-chefe de produto da empresa

Embora a receita atual do banco seja boa, a receita por cliente ainda tem muito a evoluir ao longo dos próximos anos e eles não estão preocupados com a geração de caixa nem à curto nem à médio prazo.

Vale destacar que no ano passado – sem considerar a operação de crédito, que fica com o Votorantim – o Neon obteve uma receita de R$24 milhões.

Por fim, Pedro Conrade, fundador da Neo, destacou o surgimento de novos bancos digitais e também o rápido declínios dos mesmos. Para ele, são poucos os que conseguirão entrar de fato no mercado e continuar na “briga” com os grandes.

AvatarGuilherme Moreira
Guilherme Moreira é formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Atuou como roteirista, produtor e editor do SBT interior e na redação de blogs e sites informativos. Atualmente, trabalha como social media e redator do portal FDR. |  Instagram @guimemoreira