Neon expande os serviços! Banco digital agora passa a oferecer crédito consignado

Visando a expansão do seu portfólio de serviços, a Neon Pagamentos anunciou nesta quinta-feira (19) a compra da plataforma ConsigaMais+, entrando para o mercado de crédito consignado. O valor da operação não foi revelado, mas envolveu troca de ações com os sócios da plataforma de crédito.

A Neon Pagamentos anunciou a compra da plataforma ConsigaMais+, entrando para o mercado de crédito consignado. O valor da operação não foi revelado. (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

A ConsigaMais+ foi fundada em 2018 por ex-executivos do Citibank e pela Osher Investimentos. De lá pra cá, construiu uma carteira de crédito por volta de R$ 150 milhões, criando convênios com empresas dos mais diversos setores. Na negociação com a Neon, os executivos tornaram-se sócios do banco digital.

Rafael Matos, responsável por fusões e aquisições (M&A) e novos negócios da Neon, garante que a aquisição da ConsigaMais+ permitirá a oferta de crédito com taxas mais baixas à todos seus clientes, ampliando o leque de produtos e serviços da fintech de pagamentos. “Vemos uma sinergia grande entre as empresas e estamos muito animados para o que vem pela frente”, disse.

A Neon passa por um processo de crescimento e diversificação de produtos e serviços desde o ano passado, quando comprou a MEI Fácil, startup feita sob medida para o microempreendedor individual brasileiro (MEI). Em julho, o banco digital realizou a aquisição da Magliano Invest, a mais antiga corretora de valores do país, passando a oferecer a realização de investimentos aos clientes.

Crescimento do banco digital

Em setembro deste ano, a Neon recebeu um investimento de R$ 1,6 bilhão. O investimento foi liderado pela General Atlantic, Vulcan Capital, Endeavor Catalyst e da PayPal Ventures. Este foi o maior valor recebido na história da empresa.

O número de clientes do banco triplicou de 2019 pra cá, somando 9,5 milhões. Após a compra do MEI Fácil, a Neon irá lançar soluções financeiras focadas dos microempreendedores individuais, aumentando sua lista de clientes e também sua monetização. “Queremos oferecer a jornada completa para o MEI”.

AvatarGuilherme Moreira
Guilherme Moreira é formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Atuou como roteirista, produtor e editor do SBT interior e na redação de blogs e sites informativos. Atualmente, trabalha como social media e redator do portal FDR. |  Instagram @guimemoreira