Gerenciadora do iFood abre 100 vagas de emprego para estágio e trainee

O grupo Grupo Movile está com mais de 100 vagas abertas para estágio e trainee. A inscrição é de forma online e vão até o dia 11 de outubro. A empresa procura por estudantes e recém-formados em qualquer área. Não é necessário ter inglês para se candidatar a uma das vagas de emprego.

O grupo Movile, que tem as empresas iFood, Sympla, PlayKids, Zoop, Wavy e MovilePay como parceiras abriu na última segunda-feira (24).

As inscrições são para o programa Mobile Dream e conta com mais de 100 vagas para estudantes em qualquer ano e recém-formados entre 2015 e julho de 2019.

Quem pode se inscrever nas vagas de emprego?

O objetivo é contemplar principalmente os jovens que estão na procura da primeira oportunidade de emprego. Por esse motivo, o grupo Movile ajuda esse público na preparação para processos seletivos através de um curso online.

A maioria das vagas está distribuída para as cidades de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Belo Horizonte e são voltadas para a área de tecnologia. Além disso, há vagas para o trabalho totalmente online.

Como será o processo seletivo?

O processo seletivo desse ano será em formato de game devido ao isolamento social por causa da pandemia do Covid-19. O grupo tem uma busca intencional por um grupo diverso, assim como no ano anterior.

Na última edição a seleção foi completamente às cegas com 60 contratações sendo 46% de mulheres, 40% de pessoas negras e 25% de pessoas da comunidade LGBTQI+. A primeira etapa será para os candidatos se apresentarem contando a sua história até esse momento.

Após essa etapa, terão que fazer um teste de fit cultural e de lógica. A terceira etapa é mandar áudios ou vídeos respondendo perguntas sobre sonhos conquistados e futuros.

Os finalistas terão que participar de uma dinâmica ao vivo que será um evento com palestras de candidatos contratados e personalidades.

O que fazer em caso de não ter acesso à internet?

O grupo Movile ajuda os jovens que possuem alguma dificuldade com o acesso à internet ofertando infraestrutura digital como computadores em espaços de coworking espalhados por diferentes localidades.

Para isso, o candidato precisa informar no ato da inscrição se terá algum problema técnico para participar do processo seletivo por falta de acesso à internet ou de ferramentas digitais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.