ANS afirma que planos de saúde deverão cobrir teste do Covid-19

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) anunciou na tarde de ontem (13), que os planos de saúde terão que cobrir os testes sorológicos de detecção do coronavírus. A medida já começa a vigorar nesta sexta-feira (14).

ANS afirma que planos de saúde deverão cobrir teste do Covid-19
ANS afirma que planos de saúde deverão cobrir teste do Covid-19. (Foto: Pixabay)

O teste sorológico detecta a presença dos anticorpos IgA, IgG ou IgM no sangue do paciente, produzidos pelo organismo após ele ser exposto ao vírus.

De acordo coma ANS, o exame “passa a ser de cobertura obrigatória para os beneficiários de planos de saúde a partir do oitavo dia do início dos sintomas, nas segmentações ambulatorial, hospitalar e referência, conforme solicitação do médico assistente.”

Esta decisão saiu de uma reunião da Diretoria Colegiada da ANS. Em julho, a agência derrubou na Justiça a decisão liminar que obrigava os planos de saúde a oferecerem os testes. Naquele momento, foi alegado que não era possível fazer uso de testes de uma forma paulatina e segura.

“A decisão da Diretoria Colegiada, nesta quinta-feira (13/08), foi tomada após a ANS concluir análise técnica das evidências científicas disponíveis e promover amplo debate sobre o tema com o setor regulado e a sociedade”, comunicou a ANS após a decisão.

Testes sorológicos

Desde o mês de março, os planos de saúde tem a obrigação de cobrir o exame RT-PCR, que faz a detecção da presença do material genérico do coronavírus através da coleta de amostras retiradas da garganta e nariz do paciente, porém este teste não é capaz de identificar as infecções iniciais ou após a cura.

Existem outros seis tipos de exame que auxiliam no acompanhamento dos infectados pelo coronavírus e que possuem previsão na lei, mas os pacientes tem tido dificuldades para conseguir acesso a eles.

O teste sorológico é indicado para pacientes que começaram a sentir os sintomas da doença há mais de dez, já que a produção de anticorpos no organismo demora dias para conseguir ser detectada no exame.

Ainda que esta decisão da ANS seja cumprida, o teste é alvo de críticas pelos especialistas, já que coletas feitas antes do período indicado ou muito depois, podem apresentar um resultado de falso negativo.

Até a decisão tomada ontem pela ANS, a cobertura era obrigatória nos planos da categoria ambulatorial, hospitalar e referência.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.