Veja como vai funcionar o retorno do Poupatempo SP em 19 de agosto

O governo de São Paulo decidiu que a partir da semana que vem vai juntar os postos de atendimento do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) aos do Poupatempo. A novidade foi divulgada ontem (12) pelo vice-governador do estado, Rodrigo Garcia (DEM) em uma entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Veja como vai funcionar o retorno do Poupatempo SP em 19 de agosto
Veja como vai funcionar o retorno do Poupatempo SP em 19 de agosto (Imagem: Reprodução/Google)

De acordo com Rodrigo, esta unificação dos serviços vai fazer com que o Poupatempo passe de 75 para 340 postos de atendimento nos próximos dois anos.

“É a maior expansão do Poupatempo em seus 23 anos de história, a partir de agora, Detran e Poupatempo são um único lugar de atendimento ao público, e essas unidades serão transformadas em unidades presenciais do Poupatempo nos próximos dois anos”, disse Rodrigo.

Rodrigo ainda disse que os postos de atendimento do Detran englobarão também serviços que não estão ligados ao trânsito.

Os postos de atendimento do Poupatempo voltam a operar na próxima quarta-feira, 19, nas cidades que estão nas fases amarela e laranja do Plano São Paulo.

Os atendimentos voltam após a interrupção em decorrência da pandemia do coronavírus e todas as unidades seguirão os protocolos sanitários.

Carteiras de habilitação

Com a volta dos atendimentos, o governo do estado quer sanar uma reclamação muito presente ultimamente: a de motoristas que não receberam suas carteiras de habilitação mesmo depois de terem sido aprovados nos exames teóricos e práticos de direção.

As autoescolas alegam que a impressão dos documentos dependem de uma empresa terceirizada e que não está operando em meio a pandemia.

“A gente, de fato, tem uma empresa terceirizada que faz a impressão das CNHs. Esses sites de impressão funcionam dentro dos postos Poupatempo; portanto, a impressão dessas CNHs não está acontecendo neste momento”, explicou Ernesto Mascellani Neto, diretor-presidente do Detran-SP.

“Nós tínhamos um estoque de 65 mil CNHs que estavam em poder do Detran e dos postos Poupatempo que já foram postadas pelo correio. A gente tem também a versão digital da CNH que, quando o cidadão solicita, recebe em poucas horas. Portanto, a gente buscou alternativas para que o cidadão não ficasse desassistido”, complementou.

Porém, ele admitiu que existe a possibilidade de um “número residual” de documentos que podem ter ficado nos postos e que não foram entregues.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.