Governo do Paraná cria parceria inédita com vacinas russas contra o Covid-19

Corrida pela descoberta de uma vacina contra o Covid-19 está fazendo com que todos os países procurem desenvolver algo novo. Nesta quarta (12), por volta das 14 horas, o estado do Paraná deve assinar uma parceria com a Rússia, com o intuito de produzir e distribuir a vacina Sputnik V que tem a intenção de combater o Coronavírus.

Governo do Paraná cria parceria inédita com vacinas russas contra o Covid-19
Governo do Paraná cria parceria inédita com vacinas russas contra o Covid-19 (Imagem: Reprodução/Google).

A Rússia saiu na frente dos demais países ao informar, nesta terça-feira (11), que produziu a primeira vacina registrada no mundo contra a Covid-19.

O remédio produzido no país do presidente Vladimir Putin, é muito questionado pela comunidade internacional, já pouco se sabe sobre a sua eficácia no tratamento do vírus que atinge o mundo inteiro.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) pede que sejam realizadas três etapas de testes em qualquer vacina contra o Coronavírus antes que seja distribuída e aplicada na população.

De acordo com que é informado no site da Sputnik V, essa passou apenas pela fase 1 e 2, mesmo assim, o governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD) assinará o acordo com Sergey Akopov, embaixador da Rússia no Brasil.

Anvisa e a vacina russa contra o Covid-19

A parceria com o Paraná não parece estar sendo realizada de forma correta, já que a Anvisa, que é o órgão responsável no Brasil por promover a proteção da saúde e fiscalizar a produção e o consumo de medicamentos, informou que nenhum pedido de análise dessa vacina produzida pelo laboratório russo foi recebido.

Caso a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove e libere a vacina produzida pela Rússia, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) receberá a missão de realizar todas as etapas da produção do medicamento, desde a pesquisa até a distribuição das doses da Sputnik V, prevista para o segundo semestre de 2021.

Vacinas contra o Covid

No mundo inteiro está sendo feita a pesquisa por um remédio capaz de combater o Coronavírus, ao todo já são 165 vacinas, sendo que apenas cinco estão na fase final, a fase 3, ou seja, que estão na fase de teste em humanos. O momento agora é de ter cautela e prezar pela segurança em todas as etapas.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.