Na terça-feira, dia 4, o Ministério da Educação (MEC) divulgou o resultado para a segunda chamada para o Programa Universidade para Todos (Prouni). Vale lembrar que o projeto oferece bolsas de até 50% ou integrais para cursos de graduação ou pós graduação em universidades particulares.

publicidade
Prouni divulga lista com novos aprovados no processo seletivo
Prouni divulga lista com novos aprovados no processo seletivo (Montagem/ FDR)
publicidade

Para saber o nome dos selecionados, o estudante precisa acessar o endereço http://prouniportal.mec.gov.br/ ou entrar nos portais das instituições que participam do programa. Aqueles que forem selecionados, devem comprovar suas informações até o dia 11, esta terça-feira.

De acordo com o MEC, a primeira chamada ofereceu 167.780 bolsas e elas foram utilizadas em 1.061 instituições particulares de ensino superior. Desse número, 60.551 bolsas foram integrais e as demais, parciais.

Como nem todas as vagas são preenchidas, as remanescentes são divulgadas na segunda chamada.

Vale lembrar que o Prouni permite que o estudante escolha duas opções de instituição e de curso. Isso para ter mais de uma chance de ingressar no ensino superior.

Para consultar, depois de acessar o portal, clique em “Ver Resultado”. Lembre-se que é preciso ter um cadastro no site do governo federal. Depois disso, insira as informações solicitadas e pronto. Outra opção é clicar na “lista de aprovados”.

Calendário do Prouni no segundo semestre de 2020

  • Primeira chamada: 21 de julho
  • Segunda chamada: 4 de agosto
  • Lista de espera: 24 de agosto

Quem tem direito a concorrer ao Prouni

Quem quer concorrer a uma das bolsas de estudo do Prouni, precisa fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com isso, sua nota servirá como um dos moldes de avaliação. Além disso, haverá uma análise da renda familiar.

De acordo com o edital do programa, podem se candidatar as pessoas que estiverem nas seguintes condições:

  • quem não tiver diploma de graduação;
  • quem cursou o ensino médio completo em escola da rede pública;
  • quem cursou o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
  • quem cursou o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
  • quem tiver algum tipo de deficiência;
  • professores que atuam da rede pública de ensino.

 

 

 

 

 

 

Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, é também redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, finanças e programas sociais.