Prova do Enem 2020 será impressa na mesma gráfica em que houve roubo dos cadernos

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou nesta terça-feira (4), a contratação da gráfica que ficará responsável pela impressão das provas do Enem 2020. A gráfica Plural foi novamente escolhida após o incidente ocorrido em 2009, quando os cadernos de provas daquele ano foram roubados.

Prova do Enem 2020 será impressa na mesma gráfica em que houve roubo do exame
Prova do Enem 2020 será impressa na mesma gráfica em que houve roubo do exame (Imagem FDR)

O contrato firmado pelo governo e a Plural foi no valor de R$63 milhões e tem validade de um ano. De acordo com o Inep, o contrato com a gráfica inclui a impressão de todo o material necessário para a prova, incluindo o pré teste de itens e as provas de reaplicação.

As provas para candidatos adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL), também estão incluídos no contrato com a Plural. No total, 5,8 milhões de pessoas farão as provas do Enem 2020 e entre elas, 96 mil optaram pela prova digital.

Enem 2020 no início do ano que vem

Devido a pandemia do coronavírus, as provas do Enem que seriam realizadas em novembro, tiveram que ser adiadas para o começo de 2021.

A pressão popular por conta da suspensão das aulas e avanço da doença, foram determinantes para esta mudança. Confira as datas do novo cronograma:

  • Provas impressas: 17 e 24 de janeiro, para 5,7 milhões inscritos
  • Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro, para 96 mil inscritos
  • Reaplicação da prova: 24 e 25 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura)
  • Resultados: a partir de 29 de março

Protocolos de segurança devido a pandemia

Uma retificação no edital do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020, feito pelo Ministério da Educação, acrescentou a regra exigindo que os candidatos usem máscara obrigatoriamente, do início ao fim da realização da prova.

O acessório de proteção terá que ser usado durante todo o tempo de permanência do candidato no local de prova, tanto na prova digital como na impressa.

Os candidatos poderão levar mascaras extras para trocar durante a duração da prova. Se o candidato se recusar a usar poderá ser eliminado do exame. As novas determinações foram publicadas hoje (31) no Diário Oficial da União.

Além de determinar o uso de máscaras, o edital cita o respeito ao distanciamento quando o candidato for apresentar-se na sala de aplicação da prova.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA